Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lamento ao Tempo
 
 
Tempo que tudo me traz,
tempo que nada me deixa.
Tempo, trazei minha paz!
Há tempo, minh’alma queixa.

É tempo de amor vivido
e tempo de amor sonhado.
Mas tempo não tem sentido,
não passa de mero estado.

Tempo que nada me deixa,
tempo que tudo me traz.
Há tempo, minh’alma queixa.
Tempo, trazei minha paz!

Tempo de só calmaria,
tempo de brisa e tormenta.
Tempos de guerra mais fria,
tempo de luta sangrenta.

Tempo, trazei minha paz!
Há tempo, minh’alma queixa.
Tempo que tudo me traz,
tempo que nada me deixa.

Tempo de mil estações,
tempo de homens e gados;
também das revelações
e de segredos guardados.

Há tempo, minh’alma queixa.
Tempo que tudo me traz,
tempo que nada me deixa.
Tempo, trazei minha paz!
 
◄ Anterior | Próximo
Francisco Marques Poeta
Enviado por Francisco Marques Poeta em 26/08/2019
Reeditado em 31/05/2020
Código do texto: T6730007
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Francisco Marques Poeta
Pirapozinho - São Paulo - Brasil
198 textos (4611 leituras)
1 áudios (76 audições)
1 e-livros (48 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/20 14:01)
Francisco Marques Poeta

Site do Escritor