Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda


27/05/18 09:59 - Roger Ruaro
Me passa pela cabeça a saudade, então eu penso em tudo e em todos que estão nela, fica tudo apertado aqui dentro, e quando eu vejo que tudo isso não volta mais, eu agradeço por ter acontecido um dia e sigo minha vida!
27/05/18 09:45 - JUNIOR CAMPOS
27/05/18 09:30 - Claíse Albuquerque
Causos do Terreiro do Pai Carabino
Leia o microconto "Ambrísia Arrependida"

Ambrísia Arrependida


Abraços e bom domingo!
27/05/18 07:16 - fchagass
PENSAR OU NÃO PENSAR, EIS A QUESTÃO!!!
 
HAVERIA CRISE(?!) OU APENAS UMAS PESSOAS FALANDO DEMAIS E OUTRAS SE ACHANDO MUSEUSVALORIZANDO O PASSADO SEM PENSAREM SOBRE O ESSENCIAL; ESPECIALMENTE, EM RELAÇÃO AO FUTURO...
 
Se faz essencial, PENSAR SOBRE O FUTURO...
 
Assim, pra começo de conversa, queremos estimular pessoas a saber como fazer algumas coisas (SENDO CRISTÃ ter amigos e construir relacionamentos saudáveis sem gastar rios de dinheiro:
 
PRIMEIRO: COMO TER AMIGOS SENDO QUEM SOMOS.
 
SEGUNDO: COMO CONSTRUIR RELACIONAMENTOS SAUDÁVEIS INFLUENCIANDO POSITIVAMENTE ONDE ESTÁ.
27/05/18 02:35 - Vera Scherer
BOA MADRUGADA, AMIGOS!!


Convido à todos
a partilharem comigo 
um romântico


CAFÉ NA CAMA

(TROVAS)

bjsssskisskiss
26/05/18 23:01 - Leonardo Ulhoa
26/05/18 21:59 - Alberto Valença Lima
Venha escolher os seus indrisos favoritos e ganhe  um DVD 
(Sorteio pela Loteria Federal - 1º sorteio de julho)
Basta votar para concorrer !!!

Clique no link acima e faça as suas escolhas.

São dois desafios em que vários poetas e poetisas participaram


26/05/18 21:14 - walter pantoja teixeira
Consta!
(by Esther Lessa - Recanto das Letras)



imagem  G o o g l e
www.walterpantojateixeira.recantodasletras.com.br
 
26/05/18 15:52 - Crônicas de um Ignorante
(...)
Aos poucos, tempos depois, como se o céu não mais caísse, restou apenas a fraca chuva no telhado e o breu de mais nenhum relâmpago. Agora era a chuva quem se deleitava com minha infinitamente finita existência, meu fim no mundo, não mais eu com aquele fim do mundo que caía na chuva.
26/05/18 13:48 - Victor Rosa
- BATIDAS - 

Será suave, no embalo
Num clima envolvente
Só nós dois, só a gente
O que vem mais nem falo
Pois que parece saliente
 
É sem prazo, sem definição
Sem arrependimento, sem contestação
No ritmo de um raggae
Chegue pra cá, escorregue
 
Veio depois, tempo esticado
Numa conversa de atrapalhado
Num papo torto, mas tiro certo
Acontecimento que fica encoberto

 
Resultado de imagem para dançando reggae

http://comentandoaoacaso.blogspot.com.br/
26/05/18 12:24 - Espirito Santo
                                   SOLIDÃO

clique no nome (Espirito Santo) acima citado / clique em (TEXTOS) / clique no (TOPICO) / Leia / Medite e deixe seu comentário ! Paz e Bem !
26/05/18 12:23 - ROBERTO BARROS XXI
ROBERTO BARROS XXI
Pensamentos22/05/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas20/05/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Mensagens > Agradecimento12/05/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas11/05/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Amor29/04/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas04/04/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas26/02/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias17/02/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias09/02/18
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros09/02/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano03/02/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Causos28/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros28/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas27/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias27/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas25/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas21/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas14/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas14/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas23/12/17
26/05/18 10:08 - Uma Mulher Um Poema

BOM DIA, CAROS AMIGOS,
PASSANDO PARA COMPARTILHAR AS MINHAS PUBLICAÇÕES

BARULHO DO VENTO.
CORAÇÃO À DERIVA. (EXPERIMENTAL POESREDONDINHO/76)
UM ABRAÇO E FELICIDADES.



 
26/05/18 09:45 - Souza Patricia
heart Embriague-se de AMOR e nunca mais se tornará sóbrio.
26/05/18 09:31 - Amontesferr
VIDA A PASSOS

Pela escada pela rua
pelo som da passada
vou galgando culpa sua
cada passo uma passada.

Um passo para roleta
outro além da calçada
passadas nuas e cruas...
Várias na imaginação sua
ciranda da molecada.

Passos através do tempo
eu passo pela multidão
no espaço firmamento
e no tic-tac o coração.

Passa tudo pela vida
passo a passo to passando
passagem pela avenida
olhos, estão espiando.

Antonio Montes

26/05/18 09:14 - Poeta Antonio Ferreira
Bom dia, meus amigos. Vejam minhas poesias, livros, compisções e recitações, por gentileza.
26/05/18 09:10 - JUNIOR CAMPOS
Bom dia, amigos recantistas!!!

Se tiverem um tempinho,
peço que visitem meu Recanto. 
Vários textos aguardando a leitura de vocês!!!

Desde já agradeço
26/05/18 08:22 - Antonio C Almeida
























26/05/18 05:47 - Jorge Gomes Oliveira
RAZÕES PARA VIVER
Muitas pessoas erguem-se pela manhã acreditando não existir qualquer sentido para despertarem.

Dormem sem nenhum objetivo e acordam do mesmo modo, transformando o dia a dia, em uma experiência insossa ou vazia.
Vagam pelas ruas, sem destino certo, à mercê do que lhes aconteça no curso do dia.
Levam uma vida sem direção, desvalorizando o tempo e a oportunidade de estarem reencarnados.
Deixam-se levar pelos ventos do acaso.
Não veem significado em família, em amigos, nem em trabalho.
Quando se estabelece esse estado d’alma, a pessoa corre o risco de ser tragada pelo aguaceiro das circunstâncias, sem quaisquer resistências morais para enfrentar as dificuldades.
Com certeza, não é o melhor modo de se viver.
É urgente que nos possamos sentir como peças importantes nas engrenagens da vida.
É necessário que tomemos gradual consciência quanto ao nosso exato papel frente às leis de Deus.
Seria muito belo se cada pessoa – principalmente as que não veem sentido para a própria vida – resolvessem se perguntar: O que posso fazer em prol do mundo onde estou?
Para que, afinal, é que eu vivo?
Para quem é que eu vivo?
Dificilmente não achará respostas valiosas, caso esteja, de fato, imbuída da vontade de conferir um sentido para sua existência.
Cada um de nós, quando se encontra nas pelejas do mundo terreno, pode viver para atender, para cuidar de alguém ou de alguma coisa, dando valor às suas horas.
É importante dar sentido à vida.
É importante viver por algo ou por alguém.
Dedique-se a um ser que lhe seja querido, que lhe sensibilize a alma, e passe a viver em homenagem a ele, ou a eles, se forem vários.
Dedique-se a uma causa que lhe pareça significativa para o bem geral, e passe a viver em cooperação com ela.
Dedique-se a cuidar de plantas, de animais, do ambiente.
Apoie-se em algum projeto justo, desde que voltado para as fontes do bem, pois isso alimentará o seu íntimo.
Assim seus passos na Terra não serão a esmo, ao azar.
Quando se encontram razões para viver, passa-se a respeitar e a honrar as bênçãos da existência terrestre.
Cada momento se converte em oportunidade valiosa para crescer e progredir.
A vida na Terra não precisa ser um campo de concentração a impor-lhe tormentos a cada hora.
Se você quiser, ela será um jardim de flores ou um pomar de saborosos frutos, após a sementeira responsável e cuidadosa que você fizer.
Dedique-se a isso.
Empreste sentido e beleza a cada um dos seus dias terrenos.
Liberte-se desse amortecimento da alma que produz indiferença.
Sinta que, apesar de todos os problemas e dificuldades que se abatem sobre a Humanidade, a chuva continua a beijar a face do mundo e um sol magnífico segue iluminando e garantindo a vida em todo lugar.
25/05/18 23:52 - Alilemes
...Olá... sou nova aqui, estou publicando meus textos aos pouquinhos .. Venha me ler 😊
Há abraços😉
alilemes. 
25/05/18 23:36 - Adriano Antonio Pereira
Ilusão
25/05/18 23:35 - GiselleSato
''Minha cidade é linda, cheia de luz, belezas naturais, infelizmente tomada pela violência e descaso. Já foi motivo de orgulho, hoje é  sombra do passado...

Giselle Sato - Vivo em uma cidade abandonada II

25/05/18 22:41 - Eyshilla
yesBOA NOITE. CONVIDO TODOS OS AMIGOS E AMIGAS DO RECANTO E A QUEM MAIS LER ESTA MENSAGEM, PARA OFERECEREM UMA ORAÇÃO,UMA PRECE, POR CINCO MINUTOS QUE SEJA,VISANDO A PAZ E A HARMONIA DO NOSSO QUERIDO BRASIL. SINCERAMENTE.broken heart!
CLIQUE NO ENDEREÇO ABAIXO PARA CONHECER O POEMA QUE COLOQUEI NO MEU CANTINHO.
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdetristeza/1210180  (CONTRACENANDO)
FICO NO AGUARDO DE SUA VISITA E DE SEU COMENTÁRIO.smiley
25/05/18 22:18 - João Carlos Hey
25/05/18 21:32 - Fabio Darcy
Diante daquilo que não tem a ver com sua vida, cale-se e apenas observe. Pois mais vale aprender com o fracasso do outro do que por seus recursos em um risco desnecessário. Isso significa que; sempre teremos olhos afiados para reparar e julgar os erros alheios com mais rigor do que para avaliar os nossos próprios erros, sempre vemos os erros alheios com mais facilidade, sendo assim, surge a estratégia do sábio em cima da própria natureza do ser humano, que o tolo aprende, ou por sua condição necessita aprender com os fracassos das suas próprias experiências, o sábio por uma condição elaborada de preservar esforços, aprende com o fracasso das experiências dos que o cercam, leva em consideração a máxima de observar fora para entender dentro.
- Fábio D'arcy -
25/05/18 20:58 - fchagass
SENDO CRISTÃO, COMO TER AMIGOS E CONSTRUIR RELACIONAMENTOS SAUDÁVEIS SEM GASTAR RIOS DE DINHEIRO (?!)
 
No texto anterior: SENDO CRISTÃO, COMO TER AMIGOS E CONSTRUIR RELACIONAMENTOS SAUDÁVEIS SEM GASTAR RIOS DE DINHEIRO (?!)
 
Ao  final do texto anterior: DIANTE DA CRISE CONTEMPORÂNEA O QUE FAZER(?!) NÃO FAÇA NADA, CONFIE EM DEUS!!!, eu disse:
 
DIANTE DA CRISE CONTEMPORÂNEA O QUE FAZER(?!) NÃO FAÇA NADA, CONFIE EM DEUS!!!
 
DEUS É SOBERANO e está no controle de todas as coisas!!!
 
Continuando, direi:
 
HÁ MEIO SÉCULO, OUVIA LÁ NO SÍTIO, a expressão seguinte: conversa comprida (grande) é pra quem tem dinheiro... quando lulinha esteve em Salgueiro (esse que vos escreve) estava lá, cumprindo expediente de trabalho na empresa estadual de Extensão Rural IPA (antiga EMATER) – preferi ir almoçar na casa do irmão carvalho que ir pra antiga estação do trem assistir ao comício e bater palmas pra conversa comprida do dito-cujo...
 
SEI: Isso poderia ser incompreensível pra amigos, colegas e conhecidos, afinal desde que mudei pra Arcoverde/PE, fiz parte da militância do partido e fui representante, do nosso sindicato (SINTAPE) e da associação de servidores (ASSER–PE), tanto em Arcoverde, quanto em Recife (na condição de Delegado Sindical, inclusive participei por algumas vezes de congressos a nível nacional (CONFASER), em Fortaleza (1987), Brasília (1995), Guarapari–ES (1997), Natal – RN (2000)...
 
Vale salientar que esse participar a que faço referência não se resumia em ir com a turma, mas representar colegas de empresa, sempre que houvesse oportunidade, como em Guarapari quando fui relator de um dos grupos... Com excessão de um Congresso da CUT em Recife–PE fui ouvir porque os participantes eram meio extremados na defesa de Direitos Trabalhistas e, em meu achômetro ser sindicalista não deve implicar “tocart fogo no mar pra comer peixe cozinhado”.
 
Sempre aproveitei as oportunidades porque sempre entendi que ao ser escolhido pra representante dos colegas de trabalho, cada oportunidade de participar poderá ser útil pra categoria, e isso não implica derrubar a casa pra que o patrão reconstrua outra  melhor...
 
Acho mesmo que há dois mil anos, o senhor jesus disse algo relevante pra os cristãos de nossa época: (lucas 16:8) quando contou a parábola do administrador infiel: "os filhos do mundo são mais prudentes na sua própria geração que os filhos da luz"... se quer outra, leia uma bíblia, em qualquer versão, que conhecerá a parábola usada pelo MESTRE dos mestres...
 
Mas, independente de parecer prolixo celaborando textos longos, quero escrever um pouco mais, para responder à pergunta que de origem ao texto: SENDO CRISTÃO, COMO TER AMIGOS E CONSTRUIR RELACIONAMENTOS SAUDÁVEIS SEM GASTAR RIOS DE DINHEIRO!!!
 
Respondo com a mesma expressão que usei na empresa (hoje pela manhã), quando colegas diziam que a greve dos caminhoneirosdespertou o povo...
 
Como disse certa vez, o ex–jogador de futebol Dadá Maravilha que para cada problemática existe uma solucionática eu disse: Diante de cada problema, não resolvo com brigas, nem entre tapas e beijos como cantavam Leandro (o saudoso) e Leonardo, farei como ensinou JESUS CRISTO: Dando a outra face!!!
 
Certamente, esse negócio de DAR A OUTRA FACE, não seria coisa de macho, porque macho mesmo, parte pra briga e como não sou “galo” – afinal o galo é de minas, repetirei o que disse JESUS!!! E se a pessoa for evangélica, acrescentarei Mateus 11:28–30.
 
Está escrito (Disse JESUS O MESTRE DOS MESTRES):
 
Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e EU vos aliviarei.
 
Tomai sobre vós o MEU jugo e aprendei de mim, porque SOU manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma.
 
PORQUE O MEU jugo é suave, e o MEU fardo é leve.
 
Certamente, temos muitas pessoas (inúmeras) necessitadas de aplicar essa palavra a sua vida cotidiana, principalmente se ivemos tempos de tanto ateísmo, antropocentrismo, mediocridade, superficialidade e falta de propósitos...
25/05/18 20:48 - Fabio Soratto
Crônicas envolvendo casais em situações engraçadas. Apesar de alguns textos serem eróticos o foco é o humor, a ideia é que o leitor se veja naquelas situações e lembre-se de suas próprias.Leiam o capitulo depilação em  www.fabiosoratto.net.


www.fabiosoratto.net
25/05/18 20:06 - Vitor Pereira Jr
Olá!
Uma homenagem a quem cresceu nos anos 90. Lembra como foi?
 
Conto: “1994”
https://www.recantodasletras.com.br/contos-de-amor/6322219
 
Boas leituras!
Abraços literários,
 
Vitor Pereira Jr.

 
  05.03.2012 – 17h30min –
Coloque a vírgula ou não. “A noiva entrou nua de luvas na mão.”
25/05/18 19:13 - Alberto Valença Lima
Venha escolher os seus indrisos favoritos e ganhe  um DVD 
(Sorteio pela Loteria Federal - 1º sorteio de julho)
Basta votar para concorrer !!!

Clique no link acima e faça as suas escolhas.

São dois desafios em que vários poetas e poetisas participaram


25/05/18 15:19 - Silvino Potêncio


                    ( Silvino Potêncio - 1975)

De: Silvino Potêncio > Café de Angola...
 
Nas plantações de Café!...
Eu Trabalhei de sol a sol.
Plantar, Colher, Secar e até...
Torrar, Moer e  Beber,
Bem devagarinho, cada Gole!
Eu tinha apenas uns 15 anos,
Quando eu cheguei à Roça.
Conheci gente nova,  só de panos...
Se cobriam das partes aonde coça,
A vontade de amar de sol a sol! 
 
Café Verde da cor da esperança,
Que sai detrás das folhas e das flores,
Aparecem grãos pequenos em abundância,
Que depois ficam vermelhos com odores...
 E nos convida a sonhar de sol a sol.
No Terreiro ele se espalha,
Ali deitado e rodado noite e dia,
Até chegar ao ponto da mistura
Em segredo natural da sede pura,
O Café me faz sentir...
Esta lembrança que há muito eu não sentia!
 
(in: “POESIAS SOLTAS” De: Silvino Potêncio)
Ex Residente + Ex Combatente + Ex Retornado
Emigrante Transmontano em Natal/Brasil  
 
Em Homenagem ao DIA DO CAFÉ, e como lembrança dos  quase 11 anos que eu vivi em Angola, sempre estive diretamente envolvido com diversos trabalhos com Café...Aprendi quase tudo!,  desde o plantio até à colheita, desde a secagem, no  terreiro até aos descaque a moagem,... a  torrefação e o preparo para exportação!
Em 1969 a Missão Apollo chegou à Lua e os Astronautos tomaram Café de Angola feito em pastilhas do tamanho de um ALKASELTZER (processados em Itália mas o Café veio de Angola)...  Que saudades!!!
http://www.silvinopotencio.net/visualizar.php?idt=5646835
 
25/05/18 14:58 - Geovani Rodrigues
Escravo!

"Não merecia aquilo! - mentiu para si mesmo.
O simples desejo de liberdade fez seu corpo tremer[...]"


continue lendo...
25/05/18 13:31 - Marcelo Pompom
Boteco erudito
Beethoven do Mozart no Bach. Strauss bem. Vivaldi bela música e nunca se deu Mahler. Até Ravel a ele se Handel. É o primeiro da Liszt e vive jogando Verdi em Schubert, para tomar Chopin Brahms, com Wagner, ouvindo Tchaikovsky no Haydn de pilha.
25/05/18 12:45 - Fabiano Stopassolli
O ÚLTIMO POEMA.
Tudo chega a mim
em pedaços.
Cateiro de miúdos
dos meus encontros
com outros mundos,
conscientes ou não.
Tudo chega a mim
fragmentado.
Não sinto o cheiro do todo,
nem sinto o gosto de nada.
(Mesmo aquilo que vem, vai-se...)
E parto de mim mesmo,
parte por parte.
E deito no chão da sala,
frio e seco,
 qual pedaço de mármore.
Penso em dormir,
mas penso e não durmo
e levanto assustado e ando
a casa toda.
Cansado. Oh espírito cansado;
da orfandade cósmica,
de não poder brincar,
dessa solidão triangular,
de uma impotência monstruosa,
da mediocridade latente
de fronte a mim
e de toda a gente.
Não. Não farei mais versos,
enforcar-me-ei para
 provar que sou sublime.
(Um poeta morto vale mais que um poeta vivo)
 
FCS.
 
25/05/18 11:20 - Ary Carlos Moura Cardoso
"LAMUADIR"?

Esse neologismo ("Lamuadir") diz respeito ao uso de ferramentas e técnicas de linguagens que movem mentes humanas rumo a estados deploráveis...

Nota: A reflexão prossegue em meu modesto espaço.
25/05/18 08:19 - JUNIOR CAMPOS
_________________________________________

TATUAGEM


Da minha pele não sai,
marcas que você deixou,
marcas da paixão, do amor!
LEIA MAIS



LEIA TAMBÉM:

E a gente fez amor...
Tem sabor de chocolate
Sussurrar do vento
Por que as lágrimas? Enxuga o rosto menina!
MIRAGEM
CHUVA DE PÉTALAS

_________________________________________
25/05/18 02:41 - Eliezer Rod
Música Romantica
Letra sem Música
Poema Cantado

https://www.recantodasletras.com.br/audios/cancoes/79709
25/05/18 00:04 - ROBERTO BARROS XXI
ROBERTO BARROS XXI
Pensamentos22/05/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas20/05/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Mensagens > Agradecimento12/05/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas11/05/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Amor29/04/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas04/04/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas26/02/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias17/02/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias09/02/18
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros09/02/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano03/02/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Causos28/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros28/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas27/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias27/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas25/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas21/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas14/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas14/01/18
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas23/12/17
24/05/18 22:57 - Paulo Ivan

Rodar por estas estradas, sem dia nem hora para chegar, sempre foi seu sonho. Filho de caminhoneiro,  aprendeu desde criança, a sentir o cheiro do pneu, o gosto da poeira e a curtir o ronco do “possante” nome dado ao inseparável caminhão, um Chevrolet “queixo duro” de cor azul.       
( ... )

Em 2007, escrevi esta crônica Rei do Pastel, em homenagens aos amigos irmãos caminhoneiros,
que dee forma incansáveis levam este Brasil estradas a fora, enfrentando todas as dificuldades imagináveis e inimagináveis.
Tive oportunidade de fazer algumas viagens a bordo de uma boléia, de dormir na estrada e de conhecer um pouco, muito pouco da vida destes verdadeiros heróis.
Neste instante em que estão em destaque devido ao corajoso movimento de paralização em defesa de todos nós brasileiros.
A eles o meu aplauso e o desejo de sucesso nesta missão de garantirem no mínimo condições básicas para que possam desempenhar com diguinidade esta grande missão.
Caso queiram dar uma olhadinha, agradeço pela leitura.
Abraços!

Autor, Paulo Ivan  
 
24/05/18 22:56 - walter pantoja teixeira
Nada consta...
(numa alegria sem causa!)
by Walter Pantoja
www.walterpantojateixeira.recantodasletras.com.br


imagem  G O O G L E
24/05/18 20:31 - fchagass
DIANTE DA CRISE CONTEMPORÂNEA, O QUE DIZER OU FAZER (?!)
 
Olhando postagens na rede social, parei diante de uma que explicava sobre aumento de combustíveis (motivo de protestos de caminhoneiros)...
 
Pensando sobre nossa caótica realidade de país produtor de petrólio onde gasolina é mais cara que países visinhos que compram nossa gasolina e a revendem mais barato que os postos daqui... comecei a lembrar que há meio século, ouvia lá no sítio: “Conversa comprida (grande) é pra quem tem dinheiro”...
 
Quando lulinha esteve em Salgueiro (eu estava lá, cumprindo expediente de trabalho), preferi ir almoçar na casa do irmão Carvalho que ir pra antiga estação do trem assistir ao comício e bater palmas pra conversa comprida do dito-cujo...
 
Acho mesmo que há dois mil anos, O SENHOR JESUS disse algo relevante pra os cristãos de nossa época: (Lucas 16:8) quando contou a parábola do Administrador Infiel: "os filhos do mundo são mais prudentes na sua própria geração que os filhos da luz"... se quer outra, leia uma BÍBLIA, (em qualquer versão ou tradução)...
 
Possívelmente pessoas acostumadas a usar suas idas à igreja (em ano de eleições) pra pedir votps e fazer outros tipos de politicagem, aviso duas ou mais coisas:
 
PRIMEIRA: nunca sabemos o momento seguinte e, por isso, se creio  na cruz de cristo, poderemos não cruzarmos na nova jerusalém (não falo sobre o teatro de fazenda nova);
 
SEGUNDA: pode ser que a panfletagempolítiqueira seja algo tão empolgante que você nem perceba a volta de cristo – assim, cristo virá e você poderá não perceber...
 
TERCEIRA: lembro que certa (na igreja) vez havia um grupo (de irmãos na fé) tão empolgado com certo candidato (a) que além de cores do partido, alguém falou: quem não votar (em fulaninho de taau dos grudes melados) nem crente deve ser... e comentavam na cidade que fulaninho dos grudes melados fazia até despachos em terreiro de macumba...
 
QUARTA: lembro aos irmãos ou irmãs politiqueiros (as) que será muito importante ler uma bíblia pra conhecer o contexto – lembro que determinada ocasião o pastor me disse: olha irmão, se seus olhos brilhassem tanto ao falar sobre jesus o quanto ficam brilhando quando falam sobre justiça social...
 
Olha, se DEUS for gracioso contigo o quanto foi gracioso comigo, farão algo parecido com o que fez comigo – acho que falando sobre jesus allém de ficar com olhos brilhando consigo até lembrar pontos enfatizados na hora do sermão...
 
DIANTE DA CRISE CONTEMPORÂNEA O QUE FAZER (?!)
 
NÃO FAÇA NADA, CONFIE EM DEUS!!!
24/05/18 20:05 - Alexandre Ivanovski
Resultado de imagem para GIF Animate di Balli Moderni samba
Aconteceu na gafieira.
Amábile conhecera Joaquim em um baile de gafieira em uma terça-feira de carnaval. Rompeu com ele um dia mais tarde, na quarta-feira de cinzas. As lentes muito grossas dos óculos de Amábile não podem levar a culpa de forçar a jovem míope a ver demais. A jovem, de fato, não pôde suportar saber da infidelidade do namorado.
Tudo começou, como não poderia ser diferente (era carnaval) foi na festa de gafieira! Aquele mulato jeitoso, requebrando para ela cada uma das articulações do corpo, era muito atraente. Joaquim fizera a corte à princesa, o que é verdade encantaria qualquer plebeia. O homem era o rei da noite e estava lá, fazendo meneios com o corpo para ela.
As duas colegas que a acompanharam até o arrasta-pé fugiram de cena. Na certa, namoravam na cercania do clube, provavelmente na marina encima das pedras, junto às ostras e caranguejos. A moça de óculos fundo de garrafa era mais tímida, e desde que entrara no baile ali fincara o pé a observar seu homem distraidamente, sem sorrir.
Pediu o terceiro copo de batida de rum com leite de coco que descobriu chamar-se Piña Colada antes de corresponder pela primeira vez aos sucessivos meneios de Joaquim. Mas a espera de nenhuma forma desanimou o dançarino carnavalesco. Pé de valsa que era saltava, caía de pernas abertas, levantava e depois girava em um só pé.
Ela então sorriu e o monarca se avizinhou. Tomou a mão de Amábile e a beijou. Alguém soltou fogos no instante em que o homem lhe beijava a mão e isto (não sabia se como efeito da bebida) fez com que os pelos (recônditos ou explícitos) se arrepiassem todos instantaneamente. 
Depois Joaquim conduziu-a pela mão para um lugar tranquilo no fundo do salão, atrás do palco em que cantava a banda de músicos. Devido ao isolamento acústico de uma parede que formava um corredor de saída ali era possível conversarem. Chegando lá o monarca era só elogios, só galanteios. 
O namorico atrás do palco culminou, depois de mais dois drinques de Piña Colada para Amábile, em um lânguido beijo na boca. Não se dava conta, mas já estava ali havia duas horas. E este tempo não foi o suficiente para conhecer o namorado. Este gabava-se de ser o rei da praia: um mergulhador experiente que era só ela querer para ele mostrar! 
No embalo da noite, trocaram contatos e combinaram em encontrar-se no outro dia. As colegas de Amábile que a procuravam por toda parte finalmente a encontraram e, como a banda já não tocava mais, esse era o sinal de que era acabada a festa, que fossem todos embora. Com um beijo de namorado que a moça arrancou de Joaquim, despediram-se. 
Uma das colegas de Amábile, a Rosinha, tentou adverti-la: “Esse aí pega uma para cada dia da semana, amiga, sinto te falar...” Mas a moça abobalhada com a noite, a música, as estrelas que via no céu, não lhe deu ouvidos. A manhã do dia seguinte telefonaria para Joaquim e almoçariam juntos.

Já às nove horas da manhã estava com um pente na mão para afeitar os cabelos. Tinha a impressão de que o rei poderia ver a sua majestade através do telefone. Procurava memorizar as palavras para a conversa telefônica enquanto tomava uma xícara de café. Então sentiu-se pronta para a conversa telefônica. Discou do celular para botar banca.
“Joaquim? Amábile...” e ele, “Dormiu bem”? Estava tudo bem para os dois, e combinaram de se encontrar na pracinha do bairro. Ele de carro, ela a pé mesmo, mas ela preferia que fosse assim à possibilidade de ele conhecer logo de primeira o cortiço pobre onde a moça morava.
Um gol prata ano dois mil e cinco parou na pracinha e quem dirigia era ele o tal! Entrou no carro e foi recebida com um beijo lânguido na boca. Depois, combinaram onde ir. Como propagandeara na noite anterior seus dotes de mergulhador, iam comer maionese de lagosta. Amábile ajeitou-se na poltrona e timidamente concordou “que estava bem”.
Algo lhe atingiu em cheio nos colhões assim que entrou no restaurante. O homem urrou de dor. Não poderia ser outra a história por detrás da violência que lhe acometeu, farrista contumaz que era: uma loura bonita, muito atarracada mas de belos quadris atingiu-lhe com uma mão cheia de gelo na região pubiana do monarca. 
Amábile apenas observou, compreendendo tudo, mas sem emitir palavra. A loura gritou, “Não tem vergonha não? Quem essa aí?” Ele completou, “Neném, depois explico, fica com raiva não, isso doeu, sabe?” E ela respondeu a Amábile então, antes de afastar-se dos dois, “Este aí me conheceu no sábado. Fomos à churrascaria, depois...”
A mulata montava a história aos poucos, com o que dizia a loira. Teve a sensação de uma queimação que subiu dos calcanhares até a cabeça. Depois, teve vontade de chorar. Joaquim notou isso de rapidamente e apressou-se a concertar a situação: “tesouro, vamos a outro restaurante, não ligue, isso são águas passadas”.
Deu-lhe um tabefe na cara e saiu do lugar em busca de um táxi. Não foi difícil encontrar um na esquina. O homem, caminhando com dificuldade por conta do murro nas partes baixas, insistia em segui-la, repetindo “tesouro, tesouro”! A moça pediu ao taxista que a levasse a sua casa. Chegando lá, escondida do restante da família, chorou a tarde inteira.
A música, a multidão, as Piñas Coladas, o rei malabarista. A manhã ensolarada, o gol, a loira, o gelo nos bagos. Não havia uma razão verdadeira para arrepender-se, pois de fato não tinha culpa das fanfarrices, da boemia, dos hábitos de mulherengo de Joaquim. Mas é que Rosinha havia lhe avisado e ela não se permitiu despertar do sonho encantado...
“Uma mulher burra é pior que três jumentas prenhas”, pensou Amábile. Suspirou quando chegou a noite, feliz porque já terminava a festança do carnaval. Estava mais limpa porque livre da festança que lembrava o monarca. Neste dia não quis falar com ninguém. Engoliu um comprimido de aspirina, um copo d’água, e dormiu.
Texto de Alexandre Ivanovski. 110x101
Visite minha página:
www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=64408 
23.10.2014 – 12h – h verão –
Jamais ache que já sabe o bastante, pois isso lhe interrompe o aprendizado.
24/05/18 18:07 - Alberto Valença Lima
Venha escolher os seus indrisos favoritos e ganhe  um DVD 

Basta votar para concorrer !!!

Clique no link acima e faça as suas escolhas.

São dois desafios em que vários poetas e poetisas participaram


       RENASCER
           (José Ribeiro de Oliveira)

 
Enquanto o mundo gira,
As nossas cabeças também vão rodar.
E nossos pensamentos, levados ao vento;
Seguirão perdidos a nos procurar.

Caminhos de pedras,
Abismos e espinhos,
Por novos caminhos iremos andar.
Sentindo a saudade, a cada lembrança,
Sem unir nossas mãos,
Para nos segurar.

Chegamos ao topo, da nossa escalada,
Lutando, suando,
E não foi brincadeira.
Como vamos descer
Sem nada, chorando,
Sem fincarmos no alto a nossa bandeira.

Nossos sonhos já não se dividem,
Unificamos, fundimos nossas emoções.
Impossível sentir, sem compartilhar,
O meu dia, o meu mundo e todas as sensações.

Nosso amor, sem limites, tão pleno, tão nosso,
Sem nem um segredo, não dá pra esquecer.
É um valioso brilhante, que nós lapidamos,
E que só tem sentido, pra eu e você.
24/05/18 15:06 - Fernando Antonio Pereira
Amigos recantistas,

💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞
💞 SAÚDE E PAZ NO CORAÇÃO 💞
💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞

Venham se distrair no meu cantinho e saibam que sua opinião é de suma importância.


https://www.recantodasletras.com.br/contos/6326936



Leia também a poetisa, minha amiga XandocaDoPai
24/05/18 14:52 - M Lemos
Permita-se ser e fazer feliz quem de você se aproxima, a vida é mais que a sujeira que enxergamos no dia-a-dia. https://www.recantodasletras.com.br/cronicas/6247533
24/05/18 14:45 - Uma Mulher Um Poema
24/05/18 09:59 - Monique Müller
Desejo a todos desse recanto, um bom dia!! 

Depois de muito me ausentar nesse site, estou de volta com minhas poesias, além de alguns textos já publicados.. tenho dois novos e "fresquinhos já disponíveis na minha escrivaninha!!

Espero que gostem e que sirva de ajuda ou inspiração para alguém. 
heart


Esta página é atualizada a cada 5 minutos
Última atualização em 27/05/18 10:56