Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canteiro

   
    Não sou cantor porque nasci canteiro,
        Donde nasceram novos bons unguentos,
            Que dos outros mitigam sofrimentos,
                Deixando-os são para outro entrevero.

    Sou tal um farmacêutico caseiro,
        A desenvolver outros seguimentos,
            Nas pesquisas de fartos lenimentos,
                Pra isso sou fiel ao meu roteiro.

    Há nisso tudo algumas ironias:
        As ervas que lhes cortam agonias,
            Com prestezas, aromas e saberes…

    Mostrando-se comigo renitente,
        Enquanto é eficaz com toda a gente,
            Porém estas não curam minhas dores.

                                 Aracaju- Sergipe, 10/09/2020
Um Piauiense Armengador de Versos
Enviado por Um Piauiense Armengador de Versos em 16/09/2020
Reeditado em 19/09/2020
Código do texto: T7064336
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Um Piauiense Armengador de Versos
Aracaju - Sergipe - Brasil, 73 anos
668 textos (44523 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 05:51)
Um Piauiense Armengador de Versos