Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MOMENTO

Quero ser lembrança enquanto memória;
Amar por amar, tanto faz, nem sei mais...
Só imagino o como se ele passasse por mim;
Sem dizer para onde vai, e o porquê do ir-se.

Às vezes, eu penso que vivo num mundo distópico;
Onde traduzo-me no hoje, um ontem pelo agora;
Sem ter certeza do que nada me faz mais falta;
Se estou vestido de cores que a brisa leva num sopro.

E, como percebo a imaginação do meu cérebro sorrindo;
Gargalho por nada  ter-me em sã consciência um passar...
Como se eu fosse o sempre passageiro a embarcar no tempo;
Que não se desfaz, porém, deixa ceguelas de uma vida roubada;
Pela cegueira de uma memória que ainda estar caminhando.


Sérgio Gaiafi
Enviado por Sérgio Gaiafi em 26/07/2020
Código do texto: T7017761
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Gaiafi
Campina Grande - Paraíba - Brasil, 54 anos
1421 textos (9912 leituras)
25 e-livros (345 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 15:45)
Sérgio Gaiafi