Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Há horas em que me sinto
cansado da vida, entediado, 
no mar de sombras que luto 
Para pensar que já vivi muito.
É que tenho um vazio  na minha alma,
tão profundo e sombrio 
quanto essa imensidão do meu desejo 
Que me faz suspirar pelo que vejo!
E isso me surpreende,
me surpreende... 
Sob esta eterna ansiedade,
feito uma montanha, 
que ainda está lutando com teimosia 
Sem que ainda eu me deixe vencer.
Bem, para um jovem cuja  idade 
é passada no espelho, 
Aprendo que o amor gradualmente está morrendo, 
A vida para você não é o ruído ou um som? 
Algo que está em toda parte 
e não em qualquer coisa de qualquer maneira 
que, invisível, há ar por toda parte 
e luz impalpável, vaga e leve.
Não sei se estou indo ou vindo, 
não sei se nas sombras ou se fico tonto na luz, 
mas sinto, destes anos que passo, 
estou ficando entediado com a vida.


Adaptação do Poema de Vicente A costa "Claroscuro" para o Português.

Hay horas en que sientocansancio de la vida, aburrimiento,en que en el mar de sombras en que luchome echo a pensar que ya he vivido mucho.
Y es que llevo un vacío
en el alma, tan hondo y tan sombrío
como esta inmensidad de mi deseo
que me hace suspirar por cuanto veo.
Y me asombra, me extraña,
bajo este afán eterno hecho montaña,
que aún esté en pie luchando con porfía
sin que haya encanecido todavía.
Pues para un joven viejo
que se ve del pasado en el espejo,
que no ama y de no amar se está muriendo,
la vida no es la bulla ni el estruendo:
algo que está en todo y no está en nada, con el mismo modo que, invisible, está el aire por doquiera
e impalpable la luz, vaga y ligera.
No sé si parto o llego,
no sé si en sombras o si en luz me anego,
mas siento, de los años a medida,
que me voy aburriendo de la vida.
Waldryano
Enviado por Waldryano em 11/03/2020
Reeditado em 15/03/2020
Código do texto: T6885871
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Waldryano
Telêmaco Borba - Paraná - Brasil
362 textos (31150 leituras)
45 áudios (1589 audições)
5 e-livros (76 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 01:31)
Waldryano