Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MIRAGEM


Vejo a tarde que morre em serena agonia,
quando o sol despenca e a neblina desce do céu,
trazendo noite escura assim parece
mortalha espessa, húmida e fria!

A natureza em brumas dorme,
desde a campina ao céu, a agonia do dia,
bela em tudo cresce,
ainda mais, se cresce também a névoa fugidia!


Tudo imagino, aparições em sonho.
Assombração em meio a neblina,
atento e deslumbrado, a vista em tudo ponho,


Sinto despertar em mim nova comoção.
Uma miragem que encerra a existência divina...
Um mundo melhor, uma mais bela visão!



t@cito/xanadu
Paulo Tácito
Enviado por Paulo Tácito em 15/06/2020
Código do texto: T6977648
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Paulo Tácito
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
443 textos (5671 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 19:17)
Paulo Tácito