Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Correnteza

Peixe que sou, de todas as águas
Nado contra a correnteza humana.
Nado em direção aos oceanos
Pois, vasto que sou,
A imensidão é meu destino.

Passam por mim muitos cardumes
E, rindo e zombando
Amofinam-me: tolo, tu és!
Vais contra todas as tendências.

E passam os cardumes
E passam as maltas
E sigo eu, pequeno peixe,
Nadando contra a correnteza humana
Seguindo outras tendências dos rios,
Rumos aos oceanos
Pois, vasto que sou,
A imensidão é o meu destino.
Sergio Diniz da Costa
Enviado por Sergio Diniz da Costa em 18/10/2018
Código do texto: T6479295
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Sergio Diniz da Costa
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 62 anos
239 textos (2220 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/01/20 11:05)
Sergio Diniz da Costa