Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Varredura Surreal

Ainda veremos o dia se render à noite.
O sol à lua. A lua ao lago.
O lago aos animais aquáticos.
As armas às flores.
O voo às asas.
A prisão à liberdade.
As fluidez das águas ao garrancho.
A empáfia à humildade.
O complexo ao simples.
A poesia às letras.
A devassidão à disciplina.
O filho aos pais.
O fogo à mata virgem.
O prato vazio à fartura.
As grades às portas e janelas abertas.
O mal ao bem.
O vinho às uvas.
As ruínas às fortalezas.
As doenças à saúde plena.
O presente ao passado.
O futuro à realidade.
O consumismo superflúo às necessidades básicas.
A vaidade à simplicidade.
O criança ao idoso.
O predador à caça.
A morte à vida.
O fel ao mel.
A dor à alegria.
O novo ao velho.
A rebeldia e o desaforo ao respeito.
O lixo à vassoura.
A riqueza à divisão.
O inferno ao céu.
O último homem à autodestruição.
O Planeta à plenitude.
A felicidade à igualdade.
A Terra à harmonia e comunhão.
O apocalípse à gênese.
O fim ao início.
Enfim!








Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 10/05/2019
Reeditado em 11/05/2019
Código do texto: T6643412
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2828 textos (64996 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 16:17)
Mutável Gambiarreiro