Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MENINA NO BALANÇO

Eu via a menina no balanço
Rasgando o ar num movimento pendular
Por todos lugares daqueles seu balançar
A todo e a todo o momento
Ela ia e voltava
E o tempo ficava
À mercê do seu deslocamento
O Presente ia para frente
E o passado para trás ia
Um bailado intermitente
Que o seu corpo fazia

Ela estava tão singela
Como um sonho de criança
Uma brincadeira que se lança
Desafiando a gravidade
Afiando a sua liberdade
Diante da minha janela

Ia vendo
Ia vindo
No vento
O seu encantamento
De balançar
E de me encantar

Pela graça do seu sorrir
Sob a brisa do balanço do mar
Pelo sopro que via surgir
Da felicidade tão infantil
Que veio preencher meu vazio
Só de ficar ali a lhe olhar

Ah, minha adorável pequena!
Brinca, brinca bastante!
Pois o dia não sabe esperar
O futuro logo entra em cena
E como num rompante
Em cada milímetro que avança
No impulso que você dá
A hora também adianta
O tempo não pode esperar!

E o tempo realmente passou
Hoje ela está adulta
Mas eu, um velho sonhador
Quando chego na janela
Ainda lembro do jeito dela
Da infância que a vida levou
E vejo apenas que sobrou
O mesmo balanço mudo
Esperando uma nova criança
Que mais do que tudo
Me encha de alegria e esperança
Ao sentir no seu movimento de impulsão
O bálsamo que aliviava minha solidão.

© Leonardo do Eirado Silva Gonçalves
Direitos reservados. Lei 9.610/98

Leonardo Eirado
Enviado por Leonardo Eirado em 05/09/2019
Código do texto: T6737587
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Eirado
Salvador - Bahia - Brasil, 54 anos
311 textos (3868 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/19 18:07)
Leonardo Eirado