Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Despedidas

Lembro-me daquela moça,
Que ao se despedir sempre me dizia:
Até quando, frei?
Porém na vida eu aprendi,
Que após longos anos de convívio,
A maioria ds coisas e das pessoas
Quase sempre se vão assim:
Sem dizer até breve, até logo ou adeus.
Porém, a moça até hoje insiste:
Até quando, frei?
E continuo a responder-lhe:
Até quando Deus quiser...
Frei Michel da Cruz
Enviado por Frei Michel da Cruz em 09/02/2014
Reeditado em 09/02/2014
Código do texto: T4684319
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Frei Michel da Cruz
Paraíba do Sul - Rio de Janeiro - Brasil
252 textos (7633 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/19 19:18)
Frei Michel da Cruz

Site do Escritor