Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Seios no Jardim

Quando pensas em mim
átomos movem-se e raios brilhantes
ultrapassam a barreira do espaço sideral.
O vento sopra e um pássaro
sussurra teu nome ao meu ouvido curioso.

Quando por mim,choras,
do céu, gotas amargas, lacrimejam
e o vulcão furioso, sereno fica.
A nuvem passageira se demora e me irrita.
O copo cheio, entorna.
Minha alma fria fica morna.
Minha tez rústica, aviva-se
e tua fala pobre, fica rica.
De provérbios, adjetivos e afins.

Então tasca-me sujeitos verbos
e no fim, cabal
de todo descontrole
abre-te, beija-me e sugere-me
que tenhamos uma prole.

Nego-me a ensejar-me em ti.
Algo que extrapole.
Algo que queira de mim.
Ou me encabule.

Quando vislumbro teus seios no jardim
aguardo-te e espero que em mim
tu coles como " tenaz ".
E assaz apaixonada
vou ter-te com minha amada
minha eterna namorada.
Venerável Beda
Enviado por Venerável Beda em 16/04/2018
Reeditado em 16/04/2018
Código do texto: T6310185
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Venerável Beda
Joinville - Santa Catarina - Brasil
161 textos (1375 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/04/18 21:51)
Venerável Beda