Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Roteiro

Eu caminho pela cidade
em um dia cinzento
fabrico passos lentos
estou em calma

O sol de ontem, hoje não arde
incrível é esse tempo
Ô vontade de ser vento
soprando a própria  alma

O mar que a praia invade
dá onda a rebento
muita maresia a contento
e areia na minha palma

Palavras terminadas em alma
nesse rabisco tem mais verdade
e ainda em calma
sento na praça da cidade

Eu sou o fantasma da tarde
nos rumos que invento
Ô vontade de ser vento
p'ra ver o que de mim espalma


21-09-2019
13h37min
Murillo diMattos
Enviado por Murillo diMattos em 21/09/2019
Código do texto: T6750364
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Murillo diMattos
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil
313 textos (3806 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 14:04)
Murillo diMattos