Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
  
          
               
O SONO DA MUSA                        
   
                                          Solano Brum

Olha quantas flores... Olha o céu límpido
De um azul sem manchas! Olha o manto     
De asas coloridas! Olha! tudo faz sentido
Pois, a Musa, pede aos Poetas, acalanto!

E dorme um sono tranquilo entre aromas
Dispersos nos ares e sobre colorido burel!
Cerração densa e fina nas verdes gramas,
E beija-flores, temulentos, pelo doce mel!       

Pasmem todos! É a estação da Primavera!
O colorido, paira em todos os ambientes
E a magia do encanto, a tudo reverbera!

São quatro meses de esplendor e alegria
- Busca infinita por todos os amantes! –
Já que a Musa, dorme ao som da Poesia!
                    = = = = =
           AGRADEÇO À POETISA ESTHER RIBEIRO GOMES, SUA LINDA INTERAÇÃO!

         
'Senhora Alegria!'

'Finalmente chegaste primavera!
Depois de tantos dias descoloridos,
poder contemplar esta paisagem tão bela...
Minha alma em festa canta de alegria,
junto ao gorjeio dos passarinhos,
sentindo teu perfume que me inebria!

Quero homenagear-te, bela senhora,
pelos dias que pintaste em aquarela,
tantos matizes, qual flores numa tela,
que eu quisera jamais fossem embora!

Ah, minha encantadora senhora,
se pudesse, teu nome eu trocaria...
Com tuas lindas flores multicores
a espalhar tantos aromas pelo ar,
certamente eu te chamaria...
      Senhora Alegria!' 
********************************************************************************
Solano Brum
Enviado por Solano Brum em 19/10/2019
Reeditado em 19/10/2019
Código do texto: T6773651
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Solano Brum
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil, 78 anos
242 textos (11291 leituras)
15 áudios (360 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/19 20:10)
Solano Brum

Site do Escritor