Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No jardim da vida

Viver é ter a suavidade
De abraçar a vida descrita e nua
Num simples encontro
De ideias em versos
Na curva da voz que passa
E interage com o tempo
Numa tarde estreita que sobra
Na parte da palavra que traz prazer
Quero deitar na noite um sonho
Coberto pelo orvalho em desenhos
E num jardim da vida
Abre-se uma janela sem forma
E falo com Deus segredos
Postados na cicatriz da minha alma
Que se ergue no sentido da fé
Lembro da lua cheia de luz
O afeto dialoga com o silêncio azul
Numa viagem que rabisca o tempo
Para que a luz venha em raios
Mostrando a sombra que brilha
Na serena imagem da água
Sinto falta do que ainda não fiz
Tudo que sei e não sinto
Num ato de um encanto raro
Gosto de ler na chuva
Para escorrer em gotas na ausência do dia
E seguir como lágrimas suadas no tempo
Pelas minhas células alucinadas
As flores penetram em meu silêncio
Numa dualidade inerente
Voltando ao jardim da vida
De tantos sonhos



This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.


 
 

 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 28/07/2018
Reeditado em 21/11/2018
Código do texto: T6402635
Classificação de conteúdo: seguro

Áudio

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
340 textos (20718 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 11:17)
Gernaide Cezar

Site do Escritor