Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema desforrado

Cheguei
Chorando mágoas
Rogando pragas
Remoendo rancores
O padre
O pastor
O rabino
A mãe de santo
Clamaram
Pediram
Rogaram
Para que eu desse
A outra face
Guardei a faca
E dei
E dei
E dei
E dei
E dei porrada
Na cara do papel branco
Que me xingou de macaco
Mesmo na poesia
Não levo jeito para preto manso

Oubí Inaê Kibuko, Cidade Tiradentes, 05/04/2018
OUBÍ INAÊ KIBUKO
Enviado por OUBÍ INAÊ KIBUKO em 10/04/2018
Código do texto: T6304605
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
OUBÍ INAÊ KIBUKO
São Paulo - São Paulo - Brasil, 64 anos
111 textos (93991 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/08/20 22:36)
OUBÍ INAÊ KIBUKO