Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MÚSICA DE HOJE!

A voz do poeta...
Está no fim!

Sua fala,
É como linha...
De náilon!

É fina;
É transparente;
Não quebra!

A voz do poeta...
Está no fim!

Estribilha no ouvido alheio,
Que nem se quer...
Tem anseio!

A voz do poeta estribilha;
Ele fala...
Mas não fala!

A voz do poeta...
Some!

Consome...
No fim!

Da linha!

OSIASTE TERTULIANO DE BRITO
              22/05/2002
            Loanda – Paraná
Osiaste Tertuliano de Brito
Enviado por Osiaste Tertuliano de Brito em 25/02/2021
Código do texto: T7192644
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Osiaste Tertuliano de Brito
Loanda - Paraná - Brasil, 56 anos
162 textos (2437 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/21 07:58)
Osiaste Tertuliano de Brito