Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Morto

Entrego-me a ti nessa noite pálida
Sucumbo à vida sem nenhum pudor
Imerso em seus ares, às cinzas vivas
Um cárcere seguro, mas cheio de dor.

A revoada dispersa em tua direção
O gole mortífero e o sangue amargo
A vista solitária da esquecida janela
Um percurso longo e o último trago.

Cânforas, incenso, lírios, enxofre
Abismos internos como furacões
Risos contínuos no andar de baixo
Verdades, mentiras, caos, ilusões.

Pulsos cortados, pescoços, crânios
A interação melancólica e sentida
Vias complexas cujo fim se espera
A página amarela por eles não lida.
Alexsandro Menegueli Ferreira
Enviado por Alexsandro Menegueli Ferreira em 14/08/2019
Código do texto: T6720174
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Alexsandro Menegueli Ferreira
Guarapari - Espírito Santo - Brasil
210 textos (7229 leituras)
6 áudios (179 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 21:26)
Alexsandro Menegueli Ferreira