Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vendo, urgente!

             Vendo urgente, 2 pares de dentaduras, ( um masculino e o outro feminino; mas vestem qualquer boca) modelo 1990. Ambos estão em perfeito estado de conservação. Afiadíssimas, roem até tutano de boi. Preço a combinar.
                Por não ajustar bem as gengivas, faz tempo que não usamos; mas estão, totalmente cobertas com água para não ressecar.
              Motivo: pagamento dos aparelhos ortodônticos e celulares dos meus netos e bisnetos; aliás, menos a dor e a morte, o que não fazemos por eles, concordam? Todos nós, pais, avôs e bisavôs, queremos que eles saiam bonitos nos selfies.
   Simplesinhos e humildezinhos, mas sempre lindinhos!

Obs.: esse mesmo anúncio está disponibilizado na OLX, e para vender mais rápido, estou anunciando no Recanto e redes sociais; quem sabe meus caros amigos e leitores auxiliem-me.

Em nome deles: muuuito, mas muito obrigado. Deus nos abençõe por mais esse dia, e nos livre e proteja da desgraça que assola a humanidade! Não esqueçam de serem solidários com seu irmão, necessitado.


 Reminiscências de Gato

         Todo gato doméstico, ao se ver em total letargia, só comendo, bebendo, dormindo em cima de sacarias, criando volumes adiposos nas laterais e sujando as águas, ou melhor: sujando os vasos de areia, chora copiosamente ao saber que  viera de uma família de felinos olhos vivos, corajosos, lépidos, caçadores, capazes e independentes.

Gato é bicho danado, além de enroscar perna acima da mulherada, aninha-se em ambientes escuros, para não ter trabalho de enganar a sua sombra, no claro.
   E com esse estilo de vida manhoso, de tudo ter e nada querer, vive décadas e mais décadas; oxalá senão século.

           Gatos tem sentimentos, mas engana-se quem pensa que algum deles possui inteligência racional, para tal pensar.

       Certamente, outra espécie animal pensou e continua pensando, pelo pequeno felino tinhoso ronronador. Mas por ser "amado" pelo Gato, continuamente, faz de conta que a verdade é mentira; e quando se tapa os olhos, o coração não é atingido pela flecha venenosa.


Um Causo já Ouvido
         Pelo seu jeito simples, alegre e cativante, Dito Paletó era uma lenda (não confunda com lêndia) viva nos arredores de Santo Antão dos Milagres. Não havia uma alma, sequer que falasse mal daquele homem.
          Assim que a aurora cobria a cidade, Dito pulava da cama e após orar para o Divino, saudava o dia, com um sonoro "bom diaaa". Em seguida soprava as brasas enterradas nas cinzas, acendia o fogo e preparava o café de coador. Feito isso, arriava o burro com a carroça; e saía para coletar materiais residuais recicláveis.
              A cidade era cortada por uma rodovia, a qual Dito carroceiro cruzava-a, em nome do sustento familiar. Certa feita, um irresponsável caminhoneiro colheu-o com carroça e o burro, com tudo. Burro agonizando a morte para um lado, carroça destroçada para o outro e mais à frente, o singelo pacote reciclador largado no chão. O motorista fugiu sem prestar socorro.
                 Passado alguns minutos, um policial rodoviário chegou para fazer a diligência; começando pelo burro. E ao vê-lo sofrendo a dor da morte, disparou 3 tiros, eliminando-o.
                       Com a arma em punho, o Policial caminhou ao encontro de Dito, falou o motivo dos disparos no animal e quis saber como Ele encontrava-se de saúde. Sem pestanejar, lépido e rasteiro, Paletó levantou-se, bateu as veste com as mãos e disse: "Sim, seo Guarda, estou ótimo. Nem um arranhão, graças a Deus. Obrigado pela preocupação".
       E num rompante filosofal, concluiu: "a boa saúde a gente traz dentro da gente, e não fora, seo Guarda. Eu não ponho pra fora, o que sinto por dentro"!
        Cumprimentaram-se em despedida e os capítulos do livro, cujo título e Vida que Segue, continuaram sendo escritos para ambos.


P.S.: qualquer semelhança do enredo com os casos cotidianos, é mero lapso ficcional de escritor. Afinal, fazemos parte de uma sociedade justa, responsável e comprometida com o lema:"um por todos; todos por um".


Morreu Afogada?
"Quem? A Clara?"

"Impossível, ela está no mesmo lugar, na superfície da água, cuja finalidade é para não ultrapassar o nível de água da caixa. A grosso modo, funciona como um medidor".

"Acho que não estamos falando a mesma língua. Eu digo a filha do Carismundo, moça jovem que morreu de Covid; e você me vem com um objeto hidráulico?"

"Meus sentimentos à família de Carismundo, mas embora já gasta pelo tempo de uso, a clara boia está perfeita, cumprindo seu papel, muito bem em minha caixa d'água."

"Deixemos assim: nem uma coisa e nem outra. Claraboia é uma abertura em cima dos telhados para entrada de claridade, em certos casos, também ventilação."
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 26/06/2020
Reeditado em 28/06/2020
Código do texto: T6988244
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2832 textos (65060 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 16:46)
Mutável Gambiarreiro