Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





O GOLEIRO EMPOLGADO
Humor tragicômico


 
 
 
Numa pequena cidade do interior, como em tantas outras tinha um excelente time de futebol. O seu goleiro era o melhor de todos daquela região.
Gol na forquilha não passava nele. Catava todos. Sabem aquela bola que vai direto ao ângulo de noventa graus da trave? Ele dava aquela voada de dois metros e meio acima do chão (chamada de ponte) e normalmente espalmava ou, ás vezes até encaixava espetacularmente.
Em certa ocasião o nosso goleiro foi passear na cidade grande. Estava com a namorada e uns amigos numa praça arborizada e circundada de prédios. Como era um domingo, manhã de verão ensolarada estavam ali muitas pessoas caminhando pra lá e pra cá, curtindo o sol e o dia.








Em dado momento, em um dos prédios, no oitavo andar uma pessoa gritava por socorro. Seu filhinho de um ano mais ou menos estava dependurado no beiral da sacada prestes a cair.
Instintivamente o nosso goleiro correu para um local embaixo, na direção da sacada e aguardou. Não demorou trinta segundos  a criança despencou para baixo. Goleiro forte e experiente que  era  deu aquela voada espetacular e encaixou no colo aquele ser inocente.
A multidão presente aplaudiu longamente o jovem goleiro por esse gesto heróico tendo salvado aquela vida.
Assim que cessou os aplausos o nosso goleiro empolgado, esquecido de onde estava, jogou a criança pra cima e deu-lhe aquela senhora bicuda para repor abola pro meio do campo.

Tragicômico isso, não? Se não fosse seria bem engraçado.







 
 
CLEMENTINO POETA E MÚSICO
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 16/08/2019
Código do texto: T6721836
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito na minha c.c. oportunamente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
CLEMENTINO POETA E MÚSICO
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 73 anos
1746 textos (72328 leituras)
59 áudios (7140 audições)
2 e-livros (749 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/09/19 11:11)
CLEMENTINO POETA E MÚSICO

Site do Escritor