Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Medicina Caseira

- que isso Fiin; pra quê tanta gnorança.
- sabe Mainha, num achei a erva; peguei isso daqui no laboratoro de Painho.
- já mioro. Leva de vorta a marreta quebra-preda e bota no mesmo lugá. Seu pai vai brigá.
- não mainha, dor de rim num tem hora pra ta cá. É só fala, que eu faço o chá.
- minino teimoso e gourento, sô! Num saiu do cuero e já que ser igua o pai. Tem solução pra tudo. Fio de centista pirracento, centista pirracento, é! Cruz-credo, credo em cruz na genética.


Reforma dos im-Previdentes
Pedi 1 litro de leite,
Ganhei 1 litro de aguardente.

Pedi dignidade,
Ensinaram-me o endereço do Serviço de Assistência Social.

Pedi comida,
Mandaram-me catar trecos.

Pedi trabalho,
Ganhei 1pá, 1 enxada, 1 foice e 1 martelo.

Perguntei: e a picareta?
- Não, aqui é o PT: Perda Total. Sobre a  picareta, isso é com a Prefeitura, se não conseguir lá, procure no Senado, nas Câmaras. Impossível que não encontre uma. Boa sorte; e vê se para de pedir.

Resmunguei: "que lugar é esse, que peço uma coisa, oferecem-me outra. Que eu saiba, nos monturos onde há trecos para catar, tem bastante doenças viróticas e parasitárias, mas nada de picareta. Bem, em todo caso, vou até lá; quem sabe...! Também de raiva, não ver nenhum jogo da seleção. Já não estava confiante, pior agora que não tem ninguém para rolar no gramado por nós. Maldita praga chamada Nájila que acabou com a carreira do meu super herói dos gramados! Vou me matar. Pá! Pensando melhor, graças a Deus que só deram uma; porque se fossem três..."
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 03/06/2019
Reeditado em 10/06/2019
Código do texto: T6663594
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2416 textos (56149 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/20 22:26)
Mutável Gambiarreiro