Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Peço Perdão; Desculpe-me!

           Ultrapassei 40 mil leituras. Isso é bom? Não, não é nada agradável, pois havia planejado, tomado como meta escrever 1800 textos ou atingir o número 40 mil leituras.
Note o leitor, o grau de seriedade com que trato meus dias. Em meu íntimo, não se permite a safadeza, corrupção, hipocrisia tão habitual no brasileiro; aliás essa é outra coisa que está contribuindo para minha falência como pessoa. Isso tem me torturado emocionalmente nos a fio. Sofrimento demais ser honesto em meio à um sistema dominado pela corrupção e corruptor. Tempos sombrios.
      Pensando o enorme problema criado, nos últimos dias não tenho comido, emagreci 10 quilos dos 45 que tinha, perambulo noite e dia pelas ruas e poupo-o em dizer que afundei-me numa depressão sem proporção. Estou amarrando a calça com imbira. Estou um cadáver ambulante; e até o meu cãozinho totó notou; aliás anda amoado por minha causa. Como esses animais sofrem por nós. Por favor, não sinta-se culpado, o erro foi meu em não ter comunicado antes.
               A solução foi ir ao médico psiquiatra do SUS que competente, solícito, humano receitou Lexotan tarja preta e disse-me para apagar alguns textos, de modo que o número de leituras fique abaixo do proposto em meta; como mencionado, 40 mil.
    Feito isso, a pedido do médico, claro, vou suspender os envios de comentários. Por favor ao ler: "Envio Suspenso", peço encarecidamente que não me leia. Entendo que é deselegante de minha parte, mas é a maneira encontrada para eu continuar escrevendo e o melhor, manter a minha saúde; pois confesso, que estive entre o cemitério e as coroas de flores. Sou poeta e não jardineiro.
         Por fim meus amigos e inimigos leitores, peço perdão; mil desculpas por essa sórdida tomada de decisão; mas faz-se necessária, ou preferem ser convidados para uma reunião inesperada com a morte deste nobre e ilustre escritor Recantista? Obviamente que a resposta é não; afinal conheço meus fies leitores desde o primeiro texto.
Contando com sua compreensão, ratificos os sinceros agradecimentos:
            Mutagambi; ou Mutável Gambiarreiro; ou para àqueles que se cansam em ler nomes longos, velho Muta.


P.S.: ainda que eu esteja impossibilitado pela fraqueza muscular e depressão avassaladora, pratique esportes, pois uma hora outra, nem que seja para correr da lama com o prato de comida na mão, pode precisar.
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 22/02/2019
Reeditado em 22/02/2019
Código do texto: T6581176
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2765 textos (63744 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 21:55)
Mutável Gambiarreiro