Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Enquanto você fica se degradiando com picuinhas da vida

Te digo:
Walcir Carrasco

Enquanto você fica
Choroso aos cantos
Por pormenores sem importância

Te digo:
Walcir Carrasco

Enquanto você quer
Ser flu-flu cheio de dedos
Querendo ser este eterno mamão com açúcar 

Te digo:
Walcir Carrasco

Escritor, é poeta é ator
Repito

Ator

Hoje pode ser amor, amanhã ser dor

Afinal é ator 
Representa

É sensível
É popular
É audacioso
É suscetível a mudar

Afim do Público agradar

Xica da Silva
Fascinação
Chocolate com Pimenta
E a da vez
A dona do Pedaço

São todas
Walcir Carrasco

Enquanto estou sentado no meu sofa
Tomando uma xícara de café
Escrevendo aqui
E você (gazeando serviço einh)
lendo

O Dinossauro acaba de reescrever
Obras de Monteiro Lobato

Ou seja
Escritor não para para tomar café

Escreve

A mãe boazinha?
Walcir Carrasco

A filha odiavel?
Walcir Carrasco

Daí é facil o desenhar
Nesta prosa poética

Entenda

Que este descontentamento
Que te faz escrever
É o seu ser Escritor

Falando alto
Querendo voar alto
Querendo criar algo
Fantástico!

Sim você pode ser
O seu Walcir Carrasco

Afinal, você duela
Com você mesmo
E as suas armas são as palavras

Desculpe o Egoísmo
Este poema é unico e exclusivo
Pra mim, preciso
Disto,
Logo escrevi...

Abraços, Walcires Carrascos...
Waldryano
Enviado por Waldryano em 04/09/2019
Código do texto: T6737254
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Waldryano
Telêmaco Borba - Paraná - Brasil
319 textos (16279 leituras)
29 áudios (1054 audições)
1 e-livros (5 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 12:02)
Waldryano