Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homenagem a Professora Beliza Áurea (Lindinha)

Ser Professor...

Hoje, ser professor!
É tecer na mente o imaginário das letras
Fazer do ensino o sacerdócio de transformação diária.
Ser professor é ser mestre sem levantar paredes
A não ser as paredes da alma e da imaginação.

Ser docente é lapidar conhecimentos.
Por meio da própria imaginação...
Ser facilitador do conhecimento.
É fazer da cultura popular um elo de encantamento
Assim, fizeste tu Beliza Aurea de tua vida...

Nos mostrasse o próprio encantamento.
Em forma de poesia, entrelaçadas em cantorias.
Em suas aulas Beliza viajamos pelo imaginário
De autores consagrados, desde Gil Vicente aos Lusíadas
Contigo caminhamos de mãos dadas com Suassuna ...
Ao som das cantigas de amigos.

Beliza Aurea uma professora de alma nobre e generosa
Que fez da docência o seu sacerdócio de vida...
Nos encantando com cantigas amorosas...
E nos mostrando o quão bela é a vida.
Glauciene Carvalho
Enviado por Glauciene Carvalho em 25/04/2018
Código do texto: T6318704
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Glauciene Carvalho
João Pessoa - Paraíba - Brasil
400 textos (6542 leituras)
1 e-livros (10 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 07:23)
Glauciene Carvalho