Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Show de Ignorância

     Sobre a lei primeira de domínio: quem sabe e percebe, não frequenta, não suporta cadeira de escola; em contrapartida, quem imagina que sobe e sonha com o conhecimento, domina, leciona para os súditos que nada sabem.

   Tomar doses maciças de Vergonha na Cara, é o que me falta; sobretudo porque, sobra nos demais nos bêbados, meus confrades.

Se há uma nacionalidade briosa e progressista no Planeta, ela só poderia ser a brasileira.

Trepado em cima dos pedais e com o toba suado, ao ver 1 cavaleiro montado no corcel voador, vocifero: "loura / mula boa de sela, é minha magrela". E feliz da vida, sigo a viagem, cagando de tanto só rir.

      Enquanto existir os bobo e essa trupe de coitados pobres nunca acaba, os Reis podem morrer de felicidade, mas de depressão, jamais.

 O nobre leitor leu sobre o show de ignorância ou sapiência? Quem é seu Rei: Lula bolsa tudo (não leia Bolcetudo); ou Bolso@Ignaro.com.br

Cumprindo a escala de revezamento do Poder, o malandro/vagabundo, alma mais honesta do mundo está rondando a praça outra vez.

                 Se quiseres se livrar dele, faça como recomendado por ele: "se  quiseram matar a jararaca, bateram no rabo e não na cabeça".

Segundo caipira, àquele que engorda o leitão, para ele mesmo comer: "o animal peçonhento tem que morrer no ninho".

Enquanto eu reconhecer-me como anarquista filho de mãe solteira, côrno nenhum comerá e beberá de meu suor.
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 10/11/2019
Reeditado em 10/11/2019
Código do texto: T6791433
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2360 textos (54809 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 01:47)
Mutável Gambiarreiro