Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA AFRONTA É, SEM DÚVIDA, UM ELOGIO

Uma afronta é, sem dúvida, um elogio.                              041.076

* Caem-lhe sobre a cabeça, de repente, excrementos de um pássaro. Você reclama de ter sido alvo. Os rios, a terra reclamam de você agir como o pássaro, diariamente? Certamente o silêncio reproduz resignação.

* Às vezes, o cansaço do trabalho ainda cria em você forças para blasfemar. Nessas vezes, estas forças , ainda que poucas, não poderiam ser canalizadas para render gratidão à oportunidade de ter se cansado por trabalhar exaustivamente?

* Sua casa parece-lhe pequena? Você coube dentro do ventre de sua mãe, um dia.

* Alguém bateu em seu carro. Este também bateu em alguém.  Houve danos, em proporções diferentes, em cada veículo. Você quereria que os danos fossem maiores no outro carro ou quereria que não tivesse havido choque? Um dos veículos teve motorista mais hábil e cauteloso, seguramente.

* Ontem seu amigo comprou um carro reluzente que você desejava ardentemente. O seu minúsculo autómovel ainda leva e traz você do lugar de trabalho e, mais, seus sapatos lhe valeram ouro até anteontem.

* O livro é grosso e cansativo. Todavia, compõe-se tão-somente de palavras formadas pelas letras do alfabeto, miúdas e ativas!

* Os comentários maledicentes sobre um adversário, com frequência, afloram de seus lábios. Outros ouvidos estarão escutando louvores  a sua pessoa com muita raridade, naturalmente.

* Delinearam-no como bastante ignorante por não conhecer aquelas leis contidas no livro de leis, não obstante saberem que há Livros de Leis contidos numa Lei!
 
* Venta e faz frio, o que causa distúrbios  a seu leve sono. O vento sente-se incomodado pelas  sombras noturnas das árvores que agita? O frio sente-se perturbado pelos dourados e tépidos raios solares que aquecem a outra face terrestre?
 
* De súbito, na estrada, uma pedra voadora estoura o parabrisa de seu automóvel e você, logo depois, vai à agência substituir o vidro quebrado. Lamenta-se ao pagar ou torna-se grato ao ensejo de estar pagando pela substituição devida?
Quantos pedregulhos voadores não resvalaram naquele vidro quebrado?!

* O homenzinho curvado pelo tempo não mereceu sua atenção porque estava apenas de roupa suja.  Você observou que o seu olhar brilhava de modo límpido, ansioso por ver um homem de postura ereta?

* Você sentiu que a laranja está azeda e a jogou fora. Mesmo assim, um pássaro  ou um inseto ainda a desfrutaria se estivesse a enfeitar a laranjeira.

* O  navio surge lentamente no horizonte distante. Antes era um ponto, agora é um colossal petroleiro ancorado no porto!

* O iate cruza, altaneiro, as bordas crepitantes na praia. Notastes que sois um cruzador tranquilo atravessando os mares revoltos da vida?

Sorocaba, aos dois dias de fevereiro de 2013.
Tito Vernaglia
Enviado por Tito Vernaglia em 03/02/2013
Reeditado em 13/08/2013
Código do texto: T4120925
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Tito Vernaglia
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 70 anos
171 textos (13293 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/08/20 22:43)
Tito Vernaglia