Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Assim berrou Zaratrusta

              Assim berrou Zaratrusta, o imponente garrote, nas campânulas de orelhas da paciente e pro-criadora Vaca, Estrela, mãe de parte de seus filhos: "cê não acha que seu filho está grandinho demais, chifrudo o bastante, para ainda mamar em suas tetas? Sugar o seu leite? Deixa o patrão saber que cê esconde o leite dele, para amamentar o marmanjo. Sem dó e sem piedade, te manda pra churrasqueira. Repense seus conceitos e manda esse molecão, pastar. Carpir feijão. Nós passamos por isso, por que ele não pode; se é perfeito fisicamente, que vá fazer sua parte em prol da riqueza do patrão!?
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 11/10/2019
Reeditado em 11/10/2019
Código do texto: T6766705
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2330 textos (54161 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 13:51)
Mutável Gambiarreiro