Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reconstruindo o nosso EU

Um querido leitor perguntou-me: Se tinha condições de escrever algo sobre a Reconstrução da Mente. Como sou leigo no assunto, resolvi assistir uma palestra sobre Gestão emocional do pesquisador da Psicologia, psiquiatra e também escritor Augusto Cury.
Segundo o psiquiatra a sociedade atual está adoecida por perturbações que tomam conta da nossa mente. Entre essas perturbações está o estresse, a depressão e a ansiedade. Houve um aumento de 40% do suicídio entre os jovens de todo o mundo. Afirma também que a cada duas pessoas, uma desenvolverá transtornos psiquiátricos.
Somos capazes de governar estados, nações, pessoas, no entanto, somos incapazes de gerir o nosso próprio eu. Podemos interromper o curso dos nossos carros, todavia, jamais interromperemos o curso de nossas mentes.
 Se o indivíduo não aprender gerenciar as suas emoções, confrontando suas ideias, será muito fácil para sua mente formar janelas traumáticas ou janelas killers, consequentemente criando cárceres mentais, asfixiando o prazer de viver. Há mais cárceres na mente de um ser humano do que na cidade mais violenta do mundo.
Diante de situações agravantes como o medo, a rejeição, a mágoa e tantas outras adversidades, o indivíduo tende a fugir, evitando o confronto. E o certo seria o oposto, na expectativa de resolvê-los. A mente trabalha com uma memória de registro automático. Uma vez acontecido o fato, ele estará sendo registrado na nossa mente. Se é uma situação adversa, pior ainda, havendo urgência na resolução, ou caso contrário, barreiras, sequelas surgiram no nosso organismo.
As pessoas precisam aprender a desenvolver o raciocínio antidialético, cujo pensamento é mais profundo, confrontada são as nossas atitudes. Somente assim conseguirão desenvolver seus projetos de vidas, caso contrário, irá desenvolvê-los para produzirem seus cárceres mentais.
Augusto Cury disse que as escolas com o ensino dialético também têm colaborado para essa decadência da mente humana. Atualmente existe no Brasil cerca de 700.000 encarcerados fisicamente e dezenas e mais dezenas de milhões encarcerados mentalmente.
No mês passado escrevi uma crônica que tem algo relacionado a isso, cujo título é “Acalmando os ventos”. O texto foi baseado numa mensagem que recebi no WhatsApp que tinha o seguinte teor: Acalme os ventos da sua mente e mergulha na paz que você precisa. Onde eu falava que a minha maior dificuldade era controlar os fantasmas que rondam a minha mente.
Não é uma tarefa muito fácil, administrar todas as adversidades que rondam a nossa mente. Na minha humilde opinião, creio que só obteremos sucesso, quando tivermos consciência que o nosso Eu precisa de cuidado, de amor e de carinho. Somente um indivíduo bem consigo mesmo, será capaz de amar, de perdoar, de tolerar, de compreender outro ser humano.
Outro fator muito importante, é termos alvos, metas, objetivos, somente assim seremos capazes de realizar nossos sonhos, tendo maior significado, as nossas vidas.
Somente quando tivermos essa conscientização e capacitação, seremos capazes de gerenciar as nossas emoções, e dessa forma, consequentemente desfrutarmos de uma vida saudável, caso contrário, seremos como touros, que ao serem lançados na arena da vida causaram danos, sequelas, preocupação e até mesmo a morte.

 
Simplesmente Gilson
Enviado por Simplesmente Gilson em 08/07/2020
Código do texto: T6999344
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Simplesmente Gilson
Mucuri - Bahia - Brasil, 57 anos
989 textos (58972 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/08/20 05:09)
Simplesmente Gilson