Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTROLE DE ORÇAMENTO E MODO DE VIDA

Tenho de comentar recente notícia de que ilustre magistrado do interior lavrou protesto indireto e público em função da perda do auxílio-moradia, eis que passara a perceber 24.000,00 reais líquidos por mês. Não tenho nada a ver com o caso concreto, que desconheço completamente, e nem pretendo comparar alhos com bugalhos. Afinal, cada macaco no seu galho. Não vou discutir se a remuneração é alta ou baixa, assim como não me interessa o quanto ganha Messi ou Neymar. O nosso trabalhador de salário mínimo, sim, ganha uma miséria. Só para especular, pego o exemplo de quem ganha este “quantum” e tem de pagar pensão alimentícia, geralmente de um terço. Porém, além do 1/3 dos vencimentos, há outras eventuais despesas com filhos, o que pode facilmente abarcar 50% de seus ganhos. A esta altura, o sujeito iria receber 12.000,00 reais efetivos. Se constituiu nova família e tem filhos, a quantia já não é mais “tudo aquilo”. A função impõe certo nível de representação social e certos custos são inevitáveis. Mas, naturalmente, dá para viver com dignidade. Uma coisa é dito valor global na mão de pessoa jovem e solteira, sem maiores compromissos familiares, outra é a hipótese que levantei para uma ampla e fria análise. Na verdade, para conquistar ganhos maiores, só na atividade liberal, autônoma, com os riscos inerentes. A meu juízo, no mundo atual, a receita é não gastar excessivamente, mesmo quando aparentemente possa, e gerir um orçamento flexível, passível de cortes e ajustes relativamente rápidos, de modo a navegar com certa segurança no dia de hoje e no amanhã.  Vale para qualquer um, inclusive grandes empresários, cujas fortunas sumiram ao longo da história. É tema bem complicado, mas ficar alerta é o mínimo, especialmente em vista da velocidade de algumas transformações.
José Pedro Mattos Conceição
Enviado por José Pedro Mattos Conceição em 26/10/2019
Código do texto: T6780020
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
José Pedro Mattos Conceição
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
656 textos (18248 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 02:14)
José Pedro Mattos Conceição