Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavra Solta - “Teje preso!...”

Palavra Solta - “Teje preso!...”

*Rangel Alves da Costa


A polícia bateu à porta e logo gritando: “Abra a porta e teje preso!”. Do lado de dentro, uma voz se ouviu: “Eu preso? Tô não. Tejo preso não!...”. A polícia então aumentou o tom: “Tá desafiando a lei, seu cabra? Teje preso sim!”. “Tô não. Tejo preso não. Inté pruquê nada fiz pra ser preso. O que fiz, pode dizer?”. A resposta foi imediata: “Uma grave suspeita, mas que a autoridade decidiu que teje preso. Então teje preso!”. E lá de dentro: “Entonce tá bom, mai num tejo preso não. Primeiro me diga o que fiz de errado. Vá, diga!”. “Deixe de conversar e abra essa porta, sob pena dela ser derrubada!”. “Entonce derrube, mai num tejo preso não. Derrube mermo pruquê já tá em tempo de trocar ela que tá munto veinha, e se derrubar vai ter que me pagar uma novinha em foia!”. “Conversando lorota, seu cabra, abra logo essa porta!”. E o outro dizendo: “Engraçado. Munto engraçado. Eu num fiz nada e vosmicê vem com teje preso. Pruquê num vai dizer assim em Brasília e prender meio mundo de gente. Que eu saiba, é lá que tem ladrão e bandido feito a peste. Pruquê num vai dizer teje preso ao dotô delegado que num paga pensão alimentiça pro seu bando de meninote que tem por aí. Hein?”. Então a polícia perdeu as estribeiras: “O que disse do delegado, repita!”. E o desaforado não deixou barato: “Repito tudim. E me prenda mermo que quano eu tiver na frente do juiz eu vou contar tudim o que sei do dotô delegado!”. E a palavra final da polícia: “Teje solto!”.


Escritor
blograngel-sertao.blogspot.com
Rangel Alves da Costa
Enviado por Rangel Alves da Costa em 13/08/2019
Código do texto: T6719649
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rangel Alves da Costa
Aracaju - Sergipe - Brasil, 56 anos
10270 textos (305681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 14:31)
Rangel Alves da Costa