Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VISÃO ESPIRITUAL VII A GRANDE TOCHA - Thiago Alves

A Graça e a Paz do Senhor Jesus Cristo esteja como todos vocês.
Que o amor de Deus que se fez manifesto por Jesus Cristo entre os homens, possa multiplicar-se por toda a terra, por toda a eternidade.
Que seja como a torrente de águas puras que brota da fonte inesgotável.
Que a luz do Senhor brilhe cada vez no caminho dos que andam na luz da verdade e expulse as trevas do meio dos que como cegos andam em trevas, para que sejam encaminhados para salvação em Cristo Jesus.
Eu, Antonio Joaquim Alves, cognome Thiago Alves, como evangélico que sou pela graça do Senhor Jesus Cristo. Estando num culto de louvor e oração ao Senhor Deus, na Igreja Missionária do Betel Brasileiro, na unidade Central situada no bairro de Jaguaribe, na cidade de João Pessoa/PB. Era o décimo dia do sexto mês do ano de 2004, era o quarto dia de uma corrente de jejum e oração feita pela Igreja. Enquanto estávamos em oração o Senhor Deus me deu a seguinte visão:
- UMA GRANDE TOCHA de ouro se ergueu na minha frente. Sua torre de sustentação tinha cerca de quatro metros de altura e era rodeada de umas saliências verticais que iam se afunilando da borda superior até a base.
- Sua abertura superior com cerca de um metro de diâmetro era formada por uma concha com ondulações circulares em altos e baixos relevos.
- Na base inferior da concha e ao redor da coluna de sustentação, havia sete aberturas circulares como cerca de trinta centímetros de diâmetros cada, em espaços bem divididos.
Vi que um varão de um porte atlético chegou como se correndo viesse, trazendo em sua mão direita, uma tocha acesa com cerca de um metro de tamanho e era semelhante a GRANDE TOCHA ali erguida. E erguendo a pequena tocha, ateou fogo à grande tocha pelas aberturas lateral inferiores da concha. Em seguida deitou a pequena tocha no chão e curvou-se em oração.
Da GRANDE TOCHA saíam grandes labaredas fumegantes que alcançavam o céu. Quando estas batiam no céu, não conseguiam ultrapassar. Pois, este era como a laje de um teto. As labaredas tomavam um sentido horizontal e tornavam-se umas de cor preta e outras de cor de sangue. Enquanto o varão orava prostrado no chão, eis que um Anjo do Senhor aproximou-se e tomou a pequena tocha que havia deitada no chão e erguendo-a bem alto, com a outra mão tomou o varão pelo braço e o pôs de pé. Então ouvi uma grande voz vinda do alto que dizia: DESPERTA E ABRE OS TEUS OLHOS PARA O QUE EU AINDA VOU TE MOSTRAR!
Naquele instante, o Espírito Santo de Deus me fez entender que aquele homem da visão era eu.
Em seguida orando, pedi perdão ao Senhor Jesus Cristo pelos meus pecados e rejeitando qualquer maldição por herança na minha vida, profetizei a libertação no poder do nome de Jesus. Pedi que o Senhor Deus derramasse uma unção poderosa sobre a minha vida.
Em seguida pedi que o Espírito Santo de Deus confirmasse aquela visão para mim.
No mesmo instante O Espírito de Deus falou comigo e disse: EU SOU O SENHOR TEU DEUS QUE RESPONDO AS TUAS ORAÇÕES. E continuou a me mostrar. Dois fortes anjos apareceram trajando vestes brancas e puseram-se um a minha esquerda e outro a minha direita e cada um deles trazia em sua mão direita uma taça de ouro. Puseram aquelas taças, uma em cada uma de minhas mãos que estavam erguidas aos céus. Em seguida, os anjos retiraram as taças das minhas mãos, erguendo-as bem no alto da minha cabeça, juntaram uma à outra e derramara sobre mim um liquido dourado que havia nas taças.
Um terceiro anjo apareceu rapidamente em minha frente. E este, Trazia na mão uma grande e larga espada desembainhada, desferiu um golpe sobre a minha cabeça e o meu corpo foi dividido ao meio de cima a baixo.
O lado direito do meu corpo permaneceu de pé enquanto o lado esquerdo caiu e enrolou-se como um pergaminho. O anjo que estava na esquerda, tomou a parte que havia enrolada como um pergaminho e a desenrolou sacudindo-a como se um lençol fosse e essa se tornou branca como a neve e a enrolando-a novamente a guardou debaixo de seu braço.
Imediatamente uma nova parte surgiu ao lado da minha parte direita que de pé estava. E juntando-se a esta, passou para o mesmo lado direito e um novo corpo foi formado em mim.
Depois desse momento a visão terminou.
Louvado seja o nome do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e que é Deus poderoso que vive e reina para todo o sempre.
Amém!
A Arte de Thiago Alves
Enviado por A Arte de Thiago Alves em 20/12/2015
Código do texto: T5485672
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
A Arte de Thiago Alves
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 59 anos
179 textos (12272 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/19 06:49)
A Arte de Thiago Alves