Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Mulher solitária

Domingo de noite a mulher solitária encontra forças de recomeçar e vai dormir cedo, mesmo sem sono. Imagina que amanhã vai trabalhar e rever os colegas e amigos para esquecer um pouco da solidão.


The lonely woman
Sunday night the lonely woman finds strength to start over and goes to bed early, even without sleep. Imagine that tomorrow will work and review colleagues and friends to forget some of the loneliness.

Segunda-feira é um dia trabalhoso. Quanto mais trabalho se torna difícil, melhor. Ela gosta de fazer várias tarefas ao mesmo tempo. Gosta de desafio. O desafio lhe salva o dia. Mostra que é forte, embora a sua fortaleza seja uma camada de verniz, nos seus medos.

Monday is a hard day. The more work becomes harder, the better. She enjoys doing various tasks at the same time. Likes challenge. The challenge saves the day. It shows that it is strong, although its strength is a layer of varnish, in its fears.

Os dias se sucedem sem novidade. Uma alegria aqui, outra ali e muita decepção que a vida sempre oferece. À vontade de crescer ainda é presente. Mas a mulher solitária por si só não tem muitas oportunidades. Luta.

The days follow each other without news. A joy here, another there and much disappointment that life always offers. The will to grow is still present. But the lonely woman alone does not have many opportunities. Fight

Dá murro em ponta de faca. Arromba portas, mas as oportunidades lhe são tomadas. Ainda assim a mulher solitária não desiste. A idade já lhe pesa, não tem mais 20 anos e precisa renovar o corpo e a alma. 

He punches a knife. It breaks doors, but opportunities are taken. Still a lonely woman does not give up. Age is already regret, no more than 20 years old and needs to renew body and soul.

Sexta-feira: Um dia difícil para uma mulher solitária. O mais difícil de todos os dias da semana.
O sol está radiante e não há calor excessivo por conta do inverno no nordeste. A mulher solitária pensa nos dois dias quase vazios que terá de enfrentar, no fim de semana. E, se chover? Ela se pergunta. E se a estrada para o sítio estiver ruim para a sua passagem? Vale a pena correr risco estando sozinha no meio de chuva? Novamente pensa.


A mulher solitária estremece. Será o medo de andar na estrada alagada? Ou é medo de estar desejando a falta de chuva no sertão? O que será de seu jardim? As flores estão tão lindas! A mulher solitária não sabe as respostas. Achou-se egoísta de estar pensando só no seu bem estar.
 
The lonely woman shudders. Is it the fear of walking on the flooded road? Or is it fear of wanting the lack of rain in the backlands? What will become of your garden? The flowers are so beautiful! The lonely woman does not know the answers. He found himself selfish to think only of his well-being.

A ida ao sítio todo fim de semana tem lhe feito bem. Se sente livre e admira a beleza das árvores da floresta e das flores que plantou no jardim. Refaz o pensamento e prefere que chova. Na chuva pode continuar a povoar o pátio de flores e fará mais bem do que mal.
Going to the place every weekend has done him good. 
He feels free and admires the beauty of the trees 
of the forest and the flowers he has planted in the garden. Remake the thought and prefer rain. 
In the rain you can continue to populate the flower garden and do more good than bad.
A mulher solitária apaixonou-se pelas graxas. Não há flor melhor para aliviar a sua solidão. Como ela, a flor é delicada, só vive um único dia, mas a planta é forte, suporta frio, calor e vento e não desiste de continuar lançando mais e mais flores, fazendo o seu papel de florir o jardim. A Graxa é guerreira, como a mulher solitária. A Graxa é humilde, mesmo tendo nascido Hibisco. A mulher solitária sorrir a cada flor que se abre e a cada nova flor que descobre. E sabe que a flor é mais feliz quando é chamada de "Graxa".


The lonely woman fell in love with the grease. There is no flower better to relieve your loneliness. Like it, the flower is delicate, it only lives a single day, but the plant is strong, it withstands cold, heat and wind and does not give up to continue throwing more and more flowers, playing its role of flowering the garden. Grease is a warrior, like the lonely woman. Grease is humble, even though Hibisco was born. The lonely woman smiles at every flower that opens and every new flower she discovers. And he knows that the flower is happier when it is called "Grease".

Sexta-feira realmente é o seu pior dia. Sai do trabalho mais cedo. É o que está determinado no seu expediente. Mas a mulher solitária não tem pressa. Às vezes perde a hora e, chega até mais tarde do que o costume, tentando reduzir a solidão do fim de semana. Completa as tarefas da rotina ou adianta as da semana seguinte. Por que ter pressa? Não há emoção de sair mais cedo e admirar o pôr do sol com o amado, no sítio. Não há amado para encontrar no seu retorno para casa. Seu amor está longe. Foi embora para outra América, lá no Norte e, não quer mais voltar. Não há amor agora. Seu coração cicatriza as feridas.

Friday really is your worst day. Get out of work early. That is what is determined in your file. But the lonely woman is not in a hurry. Sometimes he loses his time, and comes later than usual, trying to reduce the loneliness of the weekend. Complete the routine tasks or advance those of the following week. Why be in a hurry? There is no excitement to leave early and admire the sunset with the beloved on the spot. There is no beloved to find on his return home. Your love is far away. He's gone to another America, back in the North, and he does not want to go back. There is no love now. Your heart heals the wounds.

A mulher solitária chega a casa ainda com raios de sol avermelhado no céu. Cansaço. Não é cansaço real. O trabalho é bom e criativo. Não sobrecarrega o corpo ou a mente. O cansaço vem da certeza da noite vazia que vai enfrentar.

The lonely woman comes home still with rays of reddish sun in the sky. Tiredness. It's not real tiredness. The work is good and creative. It does not overload the body or the mind. The tiredness comes from the certainty of the empty night that will face.

Não há vontade de preparar uma refeição. Nem mesmo um lanche. Não há vontade de nada. O corpo é jogado no sofá e nas mãos há uma fruta ou um suco.

There is no will to prepare a meal. Not even a snack. There is no will for anything. The body is thrown on the couch and in the hands there is a fruit or juice.

A TV é ligada. São cento e quarenta canais para navegar, mas não há nada que lhe prenda à atenção. Troca apenas por trocar, sem parar em nenhum deles. Vontade de trocar o canal também se vai. A mulher solitária deixou no canal de futebol, sem ao menos gostar do esporte. Não via a imagem. Sentia apenas a sua solidão.

The TV is turned on. There are one hundred and forty channels to navigate, but there is nothing to hold your attention. Swap only by swapping, without stopping in any of them. Willing to change the channel is also gone. The lonely woman left on the football channel, without even liking the sport. I could not see the image. He only felt his loneliness.

A mulher solitária sente vontade de sair. Sozinha? Ela vai se sentir novamente uma rejeitada e sem dono. O que fará na rua? A mulher não sabe mais seduzir. Não bebe, não fuma, já desaprendeu a dançar. Não há o que fazer na rua. Ouve conversas lá fora. Não distingue pessoas, não entende o que falam. Parece outro idioma. É outro idioma, percebe estar num complexo turístico. Se não fosse não faria diferença. Ela não entenderia também.

The lonely woman feels like leaving. Alone? She will feel again a rejected and unowned. What will you do on the street? The woman does not know how to seduce anymore. He does not drink, he does not smoke, he has not yet learned to dance. There is nothing to do on the street. Hear conversations outside. He does not distinguish people, he does not understand what they say. It looks like another language. It's another language, you realize you're in a tourist complex. If it was not it would not make any difference. She would not understand either.

A mulher solitária está pensando no amado, que se foi para o norte. Para o norte da América do Norte. Parece-lhe tão distante a redundância, que a mulher chora. Chora de alegria ao lembrar-se do longo telefonema que ele lhe fez. Há razão para passar um fim de semana menos angustiada. Há esperança de tê-lo convencido a voltar e viver um amor eterno. A mulher solitária pensou que o seu amado ligou só para saber notícias.


The lonely woman is thinking of the beloved, who has gone north. To the north of North America. The redundancy seems so distant to him that the woman cries. She cries with joy as she remembers the long call he made her. There is reason to spend a less distressed weekend. There is hope to have him convinced to return and live an eternal love. The lonely woman thought her lover called just to hear the news.

A mulher solitária sonha em vão. Não há amado. Não há telefonema. Ela sonhou com um amado inexistente. A mulher solitária continua só...

The lonely woman dreams in vain. There is no beloved. There is no phone call. She dreamed of a nonexistent lover. The lonely woman is alone....
                   
http://www.michelonenergia.com.br
www.reginamichelon.com
A Regina Michelon
Enviado por A Regina Michelon em 29/04/2012
Reeditado em 22/01/2019
Código do texto: T3639593
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
A Regina Michelon
Simões Filho - Bahia - Brasil
568 textos (48632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 04:02)
A Regina Michelon

Site do Escritor