Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PELOS DIREITOS DA MULHER!!!



A mulher é a rosa bela
Na jardinagem divina
E quem não zelar por ela,
Certamente a descrimina,
Mulher merece respeito
Mas, existe o preconceito,
De homes, que não dão valor,
E passam a espancar
Denegrir e desprezar
A quem vive a dar-lhe amor.

Mulher tem que ser valente
Forte persistente e brava
Vivendo liberalmente
Pra que não se torne escrava
E nem querer ser a “tal”
Que sobe num pedestal
Com um porte de rainha,
Pois nas duas condições
Vai sofrer desilusões
E finda a vida sozinha.

Mulher é um ser completo
Que nasceu pra viver bem,
E não é um objeto
Que pertença a seu ninguém,
Tem que ser independente
Pra caminhar livremente
Sem que seja importunada
Por qualquer um enxerido
Ou um petulante atrevido
Que sai lhe dando cantada.

Deus usou a sensatez
Ao criar homem e mulher
E essa atitude talvez
Possa explicar tal mister,
Pois pra ficarem compostos
Deu-lhes os sexos opostos
Pra que assim se complementem
E enfim se multiplicarem
E com os filhos que gerarem
As populações aumentem.

Mas, o homem infelizmente,
Age com preponderância
Humilhando-a brutalmente
Com estupidez e arrogância,
Despreza, oprime, maltrata,
Violenta, estupra, mata,
Sem ter dó nem compaixão
Atua com tal frieza
Porque tem plena certeza
Que fica sem punição.

 A lei Maria da Penha
Foi feita pra protegê-la
E é pena que não se tenha
Condições para mantê-la
Com a rigorosidade
Que ela contém, e na verdade,
Isso nos causa revolta
E o que mais nos surpreende!
Num dia a polícia prende
No outro a justiça solta.

Já virou até rotina,
Todo dia a mídia fala
Que alguma mão assassina
Com faca peixeira, ou bala,
Cometeu um homicídio,
E desse feminicídio
Em que vitimou alguém
O criminoso se esquiva.
E a medida protetiva
Jamais protegeu ninguém.

Mulher tem todo direito
De amar e de ser amada
Pelo homem, e com respeito,
Sendo por ele amparada!
Com amor e com carinho
Pois ele estando sozinho
Com as leis de Deus não condiz
A languidez lhe invade
Pois sem a cara-metade
Jamais irá ser feliz.

Pra o bem viver de um casal
Precisa compreensão
Porém se algum baixo astral
Por um fim na relação
Que vá cada um pra um lado
Viver calmo e sossegado
Sem raiva ódio ou rancor
Afinal ninguém obriga
Que aquela união prossiga
Se não mais existe amor.

Deixo a minha advertência
Aqui no meu poetar
Porque usar violência
Com quem só quer lhe amar?
Não destrate quem lhe ama
Respeite bem sua dama
Pois, não é uma qualquer,
É um ser abençoado
Que Deus deixou do seu lado
Para ser sua mulher!

Carlos Aires
11/07/2018
Carlos Aires
Enviado por Carlos Aires em 11/07/2018
Código do texto: T6387556
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (poema de autoria de Carlos Aires). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Aires
Carpina - Pernambuco - Brasil, 66 anos
1045 textos (254835 leituras)
329 áudios (46529 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/07/18 03:42)
Carlos Aires