Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÁGUA, O LÍQUIDO VITAL

I
Água é uma substância
Com dois átomos de hidrogênio
Que se agrega e dar um nó
Num átomo de oxigênio
Pra forma Itororó
E transbordar igapó
Na formação desse cenho.
II
E seguindo esse proscênio
Da forma molecular
Chamamos de H2O
Essa molécula sem par
É substância que traz
Vida abundante demais
Que o planeta Terra dar.
III
Água vem se apresentar
Na matéria concentrada
Posta em três estados físicos
Podendo ser encontrada
Na forma líquida ou gasosa
Ou sólida que é curiosa
Sendo assim apresentada.
IV
Encontra-se acumulada
Na superfície terrena
70% d’água
Nesse cenário de arena
3% é água doce
Ah! Se o número maior fosse
Pra melhorar essa cena.
V
Cobre à terra a água plena
Sendo assim distribuída
Em oceanos e mares
Aqüíferos e rios da vida
Lagos e calotas polares
Nuvens de vapor nos ares
Nesses termos está mantida.
VI
Essa sublime bebida
Tem dia comemorado
Cada 22 de março
Assim foi determinado
Pela ONU tão brilhante
Esse dia é importante
Pra água foi consagrado.
VII
O Brasil berço sagrado
Desse vital elemento
Sendo privilegiado
Com 53%
Dessa fonte de água doce
Que a América do Sul nos trouxe
Esse grande monumento.
VIII
Seguindo o procedimento
O Brasil é maioral
Como o maior rio do mundo
No clima equatorial
E tropical clima quente
Chuvas bastantes em torrente
Clima subtropical.
IX
No Brasil fenomenal
Tem na sua estrutura
O Aqüífero Guarani
Água com muita fartura
No subsolo da rocha
Há grande reserva atocha
A água potável pura.
X
Profundidade e largura
O Guarani tem de mais
Sob o solo dos Estados
De Mato Grosso e Goiás
Estende a São Paulo e Minas
Também Santa Catarina
Paraná, Sul e ademais.
XI
Guarani segue os canais
Nos países de fronteira
Paraguai e Uruguai
E Argentina altaneira
Como o tesouro da mata
Ou o ouro que retrata
Nossa adorável bandeira.
XII
No entanto essa aguaceira
De recursos hídricos tantos
O Brasil sofre com a escassez
De água em alguns cantos
Principalmente o Nordeste
No sertão e no agreste
A seca derrama o pranto.
         XIII
A água tem seu encanto
Lava o corpo até a alma
Faz conservar a saúde
Previne doença e trauma
Mas quando a chuva demora
A vida mais sofre e chora
A relva seca e despalma.
XIV
Trazendo ânimos e calma
Olhemos os mananciais
Grandes rios “O Amazonas”
As bacias fluviais
Salvar gente maltratada
Da terra seca e rachada
Com fome e sede demais.
        XV
O São Francisco nos traz
Um ar de respiração
Derramar sua bacia
Por uma transposição
Nos quatro Estados sedentos
Vindo as águas desse evento
Dessedentar o Sertão.
XVI
Cabrobó nasce a vazão
Dessa perene riqueza
Pra banhar a Paraíba
Pernambuco essa certeza
O Ceará nesse corte
E Rio Grande do Norte
Como é grande a Natureza.
XVII
Mostraram-se em aspereza
As leis para preservar
Pra não transportar as águas
Do Velho Chico pra cá
Mas pra preservar a vida
Do homem na seca ardida
A água pode passar.
XVIII
Esse projeto sem par
Trouxe água pro sertão
Deve-se homenagear
Com grande honrada menção
Pois ainda há esperança
Que recobra a confiança
Na força dessa nação.
XIX
A água é grande expressão
Fonte da vida do ser
Sem a água não há vida
Sem vida não tem viver
Sem viver se acha a morte
Mas água é vida e suporte
Para vida poder viver.
XX
Finalizo por dizer
Pedindo a Deus Redentor
Que abençoe este planeta
Que é fruto do seu amor
Retire do povo a mágoa
E salve o elemento água
Que da terra é seu valor.

Thiago Alves – 15/03/2017
A Arte de Thiago Alves
Enviado por A Arte de Thiago Alves em 06/04/2017
Código do texto: T5963575
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
A Arte de Thiago Alves
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 59 anos
179 textos (12735 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/10/19 19:58)
A Arte de Thiago Alves