Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

175 Namorada honesta

       Dia desses, a bordo do meu fusquinha, cor bege, desloquei-me a uma loja no shopping center para pagar uma conta da minha vizinha interessada em mim. Na entrada do estabelecimento vi o guarda exigir de uma mulher que estava na minha frente acompanhada de uma menina o uso de máscara e dizer que a menina não precisaria usar. Então coloquei a minha máscara de cor branca antes dele me repreender.
       A conta da minha namorada que eu tinha que pagar na loja já havia sido paga. Tomei um café expresso com chantilly, comi um croissant e parti de volta. Chegando em casa, a minha vizinha pretendente moradora de uma casa simples, uma loira muito bonita sempre acolhedora, que estava vestindo uma calça jeans e uma blusa amarela (minha cor preferida) e preparando-se para sair no seu carro para o trabalho, disse se eu havia pagado a sua conta. Eu disse a ela que a conta já havia sido paga. Ela respondeu: Ué!

       Goiânia, 22-02-2021
Alonso Rodrigues Pimentel
Enviado por Alonso Rodrigues Pimentel em 23/02/2021
Código do texto: T7190980
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Alonso Rodrigues Pimentel
Goiânia - Goiás - Brasil, 60 anos
3741 textos (164843 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/03/21 15:01)
Alonso Rodrigues Pimentel