Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre o autor
Jailton Antas
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 48 anos
218 textos (21627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/07/19 22:17)
Jailton Antas

Textos do autor
Perfil
Amo o cordel!
Nas horas vagas eu descrevo o que vem na mente, com ele eu me divirto e o tempo passa descentemente...

NATURALIDADE: PRINCESA ISABEL PB

Orkut/e-mail/face: jailtonantas@hotmail.com.
 
Versejo na alegria
Na madrugada também
Seja lembrando de alguém
Na falta da companhia
E quando amanhece o dia
E se vai à escuridão 
Vai junto à perturbação
Eliminando as sequelas
São coisas assim, tão belas,
Que me trazem inspiração 
 
 
E um leitor paciente
As soletrando o que escrevo
Vai lendo o que descrevo
Percebe a falha da mente
Mas logo educadamente
Usando a educação
Dar a sua opinião 
Não vejo nelas balelas
São coisas assim, tão belas,
Que me trazem inspiração 
 
 
Dar risadas quando ler
Se criticando eu aceito
Em tudo me traz proveito
Basta à nobreza me ver
Quando dar seu parecer
Me enche de gratidão 
Acelera o coração
Que até abala as costelas
São coisas assim, tão belas,
Que me trazem inspiração 
 
 
Comentos dão arrepios
Me deixando cheio de ego
Quando eu leio não sossego
Nos olhos chegam macios
Não pago seus elogios
Pois não tenho condição
Mesmo sendo a prestação 
E bem pequenas parcelas
São coisas assim, tão belas,
Que me trazem inspiração 
 
Obrigado Poetas...
 


Última atualização em 19/07/19 22:17