Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NUNCA SEREI UMA MULHER

Existem mulheres fragmentadas pela maldade por não saberem lidar com suas consequências, perdas e danos, são almas em desespero por não terem na vida um lugar ao sol e, vivem buscando nos reflexos dos espelhos uma carente palavra que chega em ausência.
Essas mulheres são vítimas da ignorância em toda sua subjetividade. Elas nasceram, crescem e tornaram-se mulheres adultas sem perspectivas. Simplesmente vivem à mercê da opressão em si próprias, diluída, e assim, tentam culpabilizar os homens de tudo que nelas foram negado por que elas vestiram-se da vitimização e desfilam pelos corredores fragmentados da vida como borboletas solitárias sem infirmações? Porque elas não tornam-se mulheres ainda. Estão perdidas no lúdico universo 'machista' da desenformação sócio educacional, na desintegração da sociedade, sendo desta maneira o porquê de todas balburdias. Não creio! O simples fato de não se conhecerem como mulheres, tornam-se vítimas da ignominia e cometem erros, ultrapassam fronteiras das quais são obsoletas, então, valores precisam ser integrados na sociedade para educar e conscientizar todas mulheres ainda integradas na sociedade como desejariam. Mas poderiam aprender com Simone de Beauvoir a serem mulheres através do terceiro sexo e reagir aos costumes da ambiguidade do ser humano.
Não venham essas mulheres culpabilizar os homens!
Sérgio Gaiafi
Enviado por Sérgio Gaiafi em 03/07/2019
Reeditado em 21/08/2019
Código do texto: T6687107
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Gaiafi
Campina Grande - Paraíba - Brasil, 53 anos
1126 textos (7208 leituras)
9 e-livros (130 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/19 11:34)
Sérgio Gaiafi