Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sarapintado

Esconde-me piano da sorte nebulosa
Meus cristais, teus olhos, voz e boca.
Que de outrora por mim amado fora
Oculta-se calada na noite misteriosa

O fogo consumiu toda cor do mundo
Cinzas trazem a paisagem bicolor
O policromo evapora opaco em rubor
E a visão mais linda eu vejo ao fundo

Póstuma queima, a chuva chegou.
Que desce do céu como nunca antes
Coloridas gotas que chovem brilhantes
Que o corpo cinzento logo espantou

Esconde-me piano da sorte mais cruel
Que a chuva virá de novo certamente
Pois o fogo dos teus olhos inocentes
Queimam sempre minh'alma de papel

                                                                 O Ancião 21/02/2013
O Ancião
Enviado por O Ancião em 21/02/2013
Código do texto: T4151570
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Ancião
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
32 textos (566 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 07:51)
O Ancião