Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teu Amor

Sei que tua vida é um balanço
E tu, a criança peralta brincando.
Que de ver-te não me canso
Que de ter-te, vou sonhando.

Sei que és mais que parque
Uma gangorra, um escorrega.
Da minha vida és o destaque
Que nos meus mares não navega

Você me faz pensar de mais
E acabo que por fazer pouco
Preenchendo o vazio sem paz
Com um enorme grito rouco

Mas a ilusão é o meu consolo
E você, minha maior esperança.
O tempo que me leva aos poucos
Mal te balança, te eterniza, criança.

                                                                 O Ancião 21/02/2013
O Ancião
Enviado por O Ancião em 21/02/2013
Código do texto: T4151517
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
O Ancião
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
32 textos (566 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 04:14)
O Ancião