Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SILENCIOSO SILÊNCIAR

Atrevo-me a em mim
semear a semente parida
do silencioso silêncio

Germino-me incestuoso
nas entranhas noturnas
florindo frondoso

Semeio-me ao vento
à deriva dos fomentos
de venturoso viver

Acolho-me despetalado
cansado do lagrimoso
peregrinar e vagar

Colho-me fruto maduro
dos galhos da ilusão
enraizadas raizes

Olho-me vazio e frúido
ausente no tempo
demiurgo presente

Atrevo-me a em ti
medrar flor de vento
e espargir e silenciar
Cesar de Paula
Enviado por Cesar de Paula em 27/02/2021
Código do texto: T7194555
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Cesar de Paula
Alpinópolis - Minas Gerais - Brasil, 64 anos
183 textos (3164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/21 07:32)
Cesar de Paula