Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACARINHANTE

Acarinhe meus lábios libidinosos,
Cerejando com língua aliciante
O néctar que fomenta o desejo,

Ensejo de arfante avultosa fusão.
O ósculo é um bailar envolvente,
Torrente de prazeres mútuos.

Tântrica liberdade que nos alça
Na mais pulcra orgástica aliança.
- O mirar da alma antecipa o beijar.

O silêncio cala inefável vontade.
Algemado abraço complementar.
Entre medos o - selinho - impelido.

Beijar: é como sorver uma nuvem;
É um fisgar com a isca do doar;
E um ceder sem porém perder.

Me perdi de mim... encontrei-me,
Enquanto ameno nos beijavamos.
Inconhos, atrevidos, permissivos.

O caloroso beijo: - missivo integrar.
Desveladas almas extasiadas
Por se acolherem no acarinhar.
Cesar de Paula
Enviado por Cesar de Paula em 11/01/2021
Reeditado em 07/03/2021
Código do texto: T7156947
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Cesar de Paula
Alpinópolis - Minas Gerais - Brasil, 64 anos
183 textos (3164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/21 13:48)
Cesar de Paula