Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





CRUEL ENGANO

Tantas noites, tantos dias,
mergulhado em agonia,
eu chamei teu nome, em vão.

Tu fugistes, não me ouvistes,
sou, agora, um homem triste,
a vagar sem direção.

Te conheci, bem me lembro,
em meados de setembro,
foi enorme a emoção.

Nunca pude duvidar,
transparecia no olhar,
mais que amor, era paixão.

Enganei-me, Santo Deus,
pago os pecados meus,
dói demais o coração.

Solitário, então, caminho,
meu destino andar sozinho,
em meio à escuridão.

Se errei, Senhor, perdoa,
eu não quero andar à toa,
dá-me Tua absolvição.

.  .  .


 Paulo Miranda
A vagar sem direção
quantas noites me encontrei
nos caminhos da paixão
por ti, o coração rasguei...



 
HLuna
Enviado por HLuna em 25/07/2020
Reeditado em 26/07/2020
Código do texto: T7016251
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
10446 textos (251313 leituras)
15 e-livros (992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 20:59)
HLuna