Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ENQUANTO DORMIAS
Em plena madrugada, enquanto dormias
O tempo passava, pássaros cantarolavam
A aurora já anunciava o nascer de um novo dia.
 
Plena de si, olhar sereno em seu descanso
Entre cobertas de pano, respirar suave
Renascias como rio em pleno remanso.
 
Era um anjo que tocavas a alma?
Emblemático sonhar correndo nos campos,
As flores, o vento no rosto os traziam calma.
 
Musa libérrima, deusa Afrodite encantada
Como eu queria fazer parte desse sonho,
Sonho que te faz sorrir em plena madrugada.
 
Eu menino, suspiro e abraço a minha agonia
Seus doces beijos permeiam minha miragem
Envolto nesse tormento enquanto você dormia.
JOEL MARINHO
 
 
 
 
 
Joel Marinho
Enviado por Joel Marinho em 15/08/2019
Reeditado em 15/08/2019
Código do texto: T6720642
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Joel Marinho
Manaus - Amazonas - Brasil, 45 anos
1219 textos (17277 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/07/20 09:16)
Joel Marinho

Site do Escritor