Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PEREGRINO E FRAGILIDADES

Viajara em ternura com tom sideral;
Queria vida em traços: nova esperança.
Para cada um tinha um verso visceral,
Mergulhou no anverso: vencer a arrogância.

Viu-se fragilizado: saiu do funeral
De pessoas que lembrara pela sua existência;
O povo a lutar pelo sentido quimeral;
O poder a apostar em dons de prevalência.

Dias tristes, meditara entre dois abismos:
Noites a perder para ganhar o dinheiro
E, no coração, fez vários malabarismos.

Descobrira da vida seu corpo ligeiro;
Prazer e dor em ritmo de paradoxismos;
Ninguém é, pois, igual pelo mundo inteiro.

__________

J B Pereira
Enviado por J B Pereira em 01/01/2013
Reeditado em 23/01/2013
Código do texto: T4062402
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2474 textos (1485346 leituras)
19 e-livros (206 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 16:15)
J B Pereira