Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HAIKAI GUILHERMINOS
 
 Criada por Bashô e humanizada por Issa o haicai é a poesia reduzida à expressão mais simples. Um mero enunciado: lógico, mas inexplicado. Apenas uma pura emoção colhida ao vôo furtivo das estações que passam, como se colhe uma flor na primavera, uma folha morta no outono, um floco de neve no inverno... Emoção concentrada numa síntese fina
Esta é uma explicação do poeta Paulista, Guilherme de Almeida, que ao conhecer um cônsul japonês na década de 30, frequentou encontros poéticos na comunidade oriental, encantou-se pelo jogo do haicai. Porém incorporou uma regra peculiar . Ele sugere uma rima encadeada no segundo verso, além das rimas do primeiro e terceiro versos. Ou seja, pura matemática, uma brincadeira de encaixe. Veja o exemplo abaixo e conheça mais 

O haicaiJ

Lava, escorre, agita
a areia. E enfim, na batéia,
fica uma pepita

    Resumindo: Haicai Guilhermino é uma forma fixa de versificação, composta de três versos de cinco, sete e cinco sílabas fônicas respectivamente. O primeiro verso rima com o terceiro. No segundo verso, há correspondência entre uma rima interna iniciada na segunda silaba com a da iniciada na sétima sílaba.
  Exemplo:
Guilherme de Almeida :

Um gosto de amora 
comida com sol. A vida 
chamava-se: "Agora." 

 
 PESCARIA
Cochilo . Na linha eu ponho
 a isca de um sonho .
Pesco uma estrelinha.
 
VENTO DE MAIO

Risco branco e teso
que eu traço a giz, quando passo.
Meu cigarro aceso.


 
Pesquisa: Google
Enviado por Tânia de Oliveira em 21/01/2016
Código do texto: T5518700
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia de Oliveira
Maceió - Alagoas - Brasil
1482 textos (145091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 19:43)
Tânia de Oliveira