Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Análise do haicai “Banho de alma”, de Vivianna di Castro

“Banho de alma

Eu vou lavar a lama
Males da alma do “mala”
Vou ser EU: ser que ama.”

O poema foi escrito por Vivianna di Castro e foi publicado no site Recanto das Letras em 10/10/10.

O título do texto significa redimir a alma. Existe um trocadilho entre as palavras “lama”, “alma” e “mala”: todas elas possuem as mesmas letras, com sentidos diferentes.

A assonância da letra “a” causa uma sonoridade e a palavra “ser” se repete duas vezes com sentidos diferentes: o primeiro fala sobre a personalidade e o segundo fala do ser humano.

O “mala” provavelmente é uma pessoa com quem o eu-lírico tenha se desentendido, ele pode ser uma mulher que se desentendeu com esse “mala”. Ela tomou uma decisão de mudar o seu jeito de ser e voltar a ser como ela era antes.

Jonathan S. e William S.
Fetos Inimagináveis
Enviado por Fetos Inimagináveis em 15/11/2010
Código do texto: T2616810

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Fetos Inimagináveis
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil
20 textos (3035 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 02:08)
Fetos Inimagináveis