Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto ao gol de mão

Certo dia a mão divina uniu-se à do atleta...
Foi, na Copa, lá no México das arenas,
Naquelas plagas de tão memoráveis cenas,
Onde Maradona logrou a maior meta:

Conquistar o planeta com a esfera incerta,
Que, como a vida, tem pouquíssimo de amena
Que, como a vida, tantas vezes é grande pena
E não traz o gáudio por uma via reta...

Gênio, ah sim, ele certamente o era!
Gênio que não venceu a humana fraqueza,
Gênio que fez concreta tanta quimera,

Quer na Europa, quer na Argentina, a quem quisera
Perpetuar com o esporte no templo da grandeza,
Agradecendo a Deus a burla que fizera!
Walter Rossignoli
Enviado por Walter Rossignoli em 26/11/2020
Código do texto: T7121359
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Walter Rossignoli
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
319 textos (26111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/04/21 04:09)
Walter Rossignoli