Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto da partida

A noite escura, um breve descanso
Esqueço um instante do meu padecer
O frio no relento largado as prantos
Sou eu nessa vida querendo morrer.

Meu corpo cansado desse sofrimento
A solidão me corrói feito traças vorazes
Num beco escuro a dor se refaz
E morro inundado nesse sentimento.

E nesse abandono resvala na dor
De sua partida relembro o momento
Com meu sofrimento fiquei sem amor

Sem chão e sem calma vivo a padecer
Meu corpo aflito sentindo tua falta
E tudo que vejo me lembra você.

               


Luis silva
Enviado por Luis silva em 31/07/2020
Reeditado em 04/08/2020
Código do texto: T7022602
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Luis silva
Eldorado dos Carajás - Pará - Brasil, 47 anos
168 textos (4332 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 14:36)
Luis silva