Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REI

Se sigo assim, sem pressa, no abandono,
E durmo o sono justo de um beato,
Se exponho, sem temer, o meu recato,
Com cara de quem vive sobre um trono,

Poder que me protege em bom abono,
É ter em minhas mãos o meu destino...
E posso me mostrar como um menino,
A quem a sorte riu e não questiono.

Sou livre da ambição destes venais,
Que pensam dominar o mundo inteiro,
Roubando ao pobrezinho o chão que pisa...

Ninguém me rouba o canto dos pardais...
A cor do céu, contida em meu tinteiro...
Meu reino, do meu sonho se indivisa.
ANA MARIA GAZZANEO
Enviado por ANA MARIA GAZZANEO em 22/01/2020
Código do texto: T6848197
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
ANA MARIA GAZZANEO
Bragança Paulista - São Paulo - Brasil
1592 textos (42004 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 19:10)
ANA MARIA GAZZANEO