Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na solidão as vezes fico a pensar

Na solidão as vezes fico a pensar,
ó braços do amor, serenos braços...
De que me vale este céu com teu luar,
sem vós para guiares os meus passos.

É triste o caminho sem a ave cantar,
sem o carinho singular de um abraço...
É triste na penumbra caminhar,
sem estrelas reluzindo no espaço.

Quem dera ser o bosque em cores várias
mas, à alma, é como um vale sombrio
onde as rosas pendem solitárias.

Ai, onde lembranças nascem como a luz
que cai, num dia, melancólico e frio,
sobre os braços negros d'uma velha cruz.
ThiagoMac
Enviado por ThiagoMac em 07/01/2020
Reeditado em 05/02/2020
Código do texto: T6836462
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
ThiagoMac
Itirapina - São Paulo - Brasil, 36 anos
409 textos (4829 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 15:31)
ThiagoMac