Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No manto azul da tarde venturosa

No manto azul da tarde venturosa,
a lembrança como ave aqui voeja...
E a tarde vai morrer silenciosa,
já não dobram mais os sinos da igreja.

Já não fere, vós, que me feriste,
minha alma, ri, sem o teu véu...
Ó mágoa, que outrora me fez triste,
solitário como um mausoléu.

Navio que vagas em busca de um porto...
Levo comigo a solidão das madrugadas,
o luar que vaga sobre o horto.

O silêncio que entoas o lírio no altar...
Fragrâncias doces, alvoradas,
o azul que cabe dentro de um olhar.

ThiagoMac
Enviado por ThiagoMac em 06/01/2020
Reeditado em 09/01/2020
Código do texto: T6835957
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
ThiagoMac
Itirapina - São Paulo - Brasil, 36 anos
409 textos (4829 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 15:22)
ThiagoMac